Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Técnico aflito cede às superstições

Vítor Pereira decidiu levar à letra, pela primeira vez, a máxima de que "em equipa que ganha não se mexe", por isso, não mexeu na convocatória e deverá reeditar, frente ao Sp. Braga, as rotinas e as escolhas que fez na jornada europeia diante do Shakhtar (2-0).
27 de Novembro de 2011 às 01:00
Pela primeira vez nesta temporada, Vítor Pereira repetiu uma convocatória do FC Porto
Pela primeira vez nesta temporada, Vítor Pereira repetiu uma convocatória do FC Porto FOTO: Manuel Araújo/Record

Pressionado por adeptos e dirigentes portistas para triunfar na Liga, o treinador cedeu à superstição que abunda nos corredores do Dragão, repetindo os eleitos do último jogo da Champions, ele que tem por hábito mexer nas convocatórias e no onze titular - alterou a equipa inicial do FC Porto em nove ocasiões nesta temporada.

O ponta-de-lança Walter, que tem alternado a titularidade com Kléber nas provas domésticas, foi o jogador mais prejudicado pela mudança de Vítor Pereira. Sem impedimentos de qualquer ordem, Walter não foi chamado para a recepção desta noite ao Sp. Braga e o mesmo aconteceu com o defesa romeno Sapunaru, que se encontra totalmente recuperado da lesão muscular que o fez parar nas últimas duas semanas.

Ao que o CM apurou, Vítor Pereira também repetiu, no treino, passos da preparação para Donetsk, ainda que o adversário, o Sp. Braga, tenha um futebol diferente daquele que é praticado pelos ucranianos. Tudo indica, por isso, que o técnico também vai manter o onze, com o central Maicon adaptado à ala direita da defesa e o angolano Djalma, antes sem espaço na equipa, a jogar na frente com Hulk e James.

JUVENTUS INSISTE EM FERNANDO

A Juventus voltou a intrometer-se no caminho de Fernando. A revelação foi feita pelo jornal italiano ‘Corriere dello Sport', que dá conta de uma investida do emblema de Turim para contratar o médio de 24 anos já em Janeiro, na reabertura do mercado de transferências.

Segundo a publicação transalpina, a crise financeira poderá levar o FC Porto a negociar o passe do médio com a Juventus por valores abaixo da sua cláusula de rescisão, que está fixada nos 30 milhões de euros. A Juventus tentou contratar Fernando no mercado de Verão, mas recusou pagar os 30 milhões.

Os franceses do Lyon também continuam a seguir o médio azul-e-branco, mas, tal como a Vecchia Signora, consideram inacessível a cláusula de rescisão do jogador, que começou a época como suplente de Souza e agora é um dos indiscutíveis do onze de Vítor Pereira.

BELGA DEFOUR É TALISMÃ DOS DRAGÕES

O médio Steven Defour dá sorte a Vítor Pereira e o treinador já confirmou que o FC Porto ganha sempre que ele é titular. Em seis jogos com o belga no onze inicial, o treinador somou seis vitórias e os dragões tiveram uma produção atacante exemplar, já que apontaram 23 golos e apenas sofreram um.

A certeza de que Defour é uma espécie de talismã para os dragões chegou em Donetsk, com a vitória por 2-0 sobre o Shakhtar, na penúltima jornada da Liga dos Campeões.

O jogador também mostrou a sua influência na Liga, diante de Vitória do Setúbal, que os portistas derrubaram por 3-0, frente ao Nacional (5-0) e Paços de Ferreira (3-0). No duelo da Taça de Portugal com o Pêro Pinheiro, em Sintra, os estragos foram maiores, com uma goleada por 8-0.

fc porto vítor pereita sp. braga liga jogo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)