Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

“Tenho vivido estes tempos com tristeza”

João Rocha está desolado com o momento desportivo do Sporting. O presidente de uma das eras áureas do clube, entre o final da década de 70 e meados da década de 80, não escondeu o estado de alma em declarações ao CM.
14 de Dezembro de 2010 às 00:30
João Rocha, ex-presidente do Sporting, não esconde o seu desalento com os resultados da equipa
João Rocha, ex-presidente do Sporting, não esconde o seu desalento com os resultados da equipa FOTO: João Trindade/Record

"Tenho vivido com tristeza estes momentos do Sporting. Lamento o ponto a que se chegou", disse, com a voz fraca, pois recupera de intervenção cirúrgica e está bastante debilitado.

O CM sabe que João Rocha, com 80 anos, lamenta não ter um estado de saúde que lhe permita ter mais intervenção na vida do Sporting e dar um murro na mesa. Fonte ligada ao ex-presidente disse mesmo que "ele só não faz mais porque não pode".

O ex-presidente sempre foi contra a linguagem tecnocrata e as administrações que levaram o clube a atingir um passivo de cerca de 325 milhões de euros.

João Rocha segue todos os jogos do Sporting e acompanha as notícias sobre o clube do coração, nomeadamente a intenção de um grupo de sócios de lançar o seu filho – João Rocha Jr. – para a presidência, mas sobre este assunto nada quis comentar.

O CM apurou que cresce a cada dia a base de apoio a uma candidatura de João Rocha Jr. Os movimentos de contestação a Bettencourt proliferam, nomeadamente no Facebook, uma das mais populares redes sociais na internet.

A preocupação é reinante entre antigos dirigentes do Sporting, que esperam por uma clarificação de Bettencourt sobre muitas matérias, nomeadamente no que respeita aos resultados desportivos e o que entendem ser uma vassalagem ao FC Porto nos últimos tempos.

BALTAZAR RECEBE 4,93M €

Pedro Baltazar vai receber da Sporting SGPS 4,93 milhões de euros pela venda da posição de 11,667% que a Nova Expressão, da qual é proprietário, detinha na Sporting SAD.

A informação foi avançada pela SAD em comunicado enviado ontem à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e revela que a compra feita pela Sporting SGPS ocorreu numa "operação fora de Bolsa" a 3 de Dezembro. Pedro Baltazar irá receber este valor "em cinco prestações anuais, de Dezembro de 2010 a 2014".

O montante que a Sporting SGPS pagou ao empresário por cada acção (dois euros) representa uma valorização de 147% em relação à cotação com que os títulos da SAD encerraram no dia da transacção (o,81 euros). Em comunicado enviado à CMVM, a Nova Expressão afirmou, ainda assim, que teve prejuízo com o negócio.

Com esta compra, o Sporting passou a deter 80,776% da SAD, sendo que a SGPS controla 64,0% do capital.

SPORTING CAMPEONATO JOÃO ROCHA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)