Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

TODOS CONTRA TIGER WOODS

A 102a edição do Open dos Estados Unidos em golfe, segundo dos quatro torneios do “grand slam” da temporada, começa hoje no Black Course de Bethpage State Park, no estado de Nova Iorque, rodeado de apertadas medidas de segurança devido ao receio de um atentado.
12 de Junho de 2002 às 23:06
Tiger Woods, o número um mundial, em treino
Tiger Woods, o número um mundial, em treino
O norte-americano Tiger Woods, de 26 anos, por muitos considerado o maior golfista de todos os tempos, vai tentar somar o segundo triunfo da época em provas do “grand slam” depois de ter vencido, em Abril, o Masters de Augusta.


Woods ganhou o Open do Estados Unidos em 2000, mas o ano passado foi suplantado pelo sul-africano Retief Goosen, pelo que pretende agora recuperar o ceptro. O número um mundial parte como grande favorito e já avisou a concorrência de que se encontra em grande forma. “Estou muito satisfeito com todos os aspectos do meu jogo e sinto-me muito confortável", afirmou o jogador, que no entanto admite não estar tão bem como em 2000, quando venceu os três últimos “majors” do ano.


O percurso, o mais longo da história do torneio, com 6.596 metros, parece ser uma prova feita à medida de especialistas em pancadas longas, como é o caso de Woods, que vai tentar ganhar o oitavo torneio do “grand slam” da sua carreira. “Para ser sincero, penso que tenho alguma vantagem. Aliás, julgo que aqueles que sabem bater a bola longa e alta estão em vantagem”.


Os principais adversários de Woods são os também norte-americanos Phil Mickelson (número dois mundial) e David Duval (nº7); os sul--africanos Ernie Els (nº3) e Retief Goosen (nº4); os espanhóis Sergio Garcia (nº5)e Jose Maria Olazabal (nº21); o escocês Colin Montgomerie (nº16) e Vijay Singh (nº8) das ilhas Fidji.


Em termos genéricos, quase todos são da opinião que este torneio será um duro teste porque o percurso é um dos mais complicados que existe.

Todos revistados

Novidade na edição deste ano do Open dos Estados Unidos é o apertado esquema de segurança, o mais rigoroso na história da competição, devido aos atentados de 11 de Setembro e ao receio de que um acto terrorista possa repetir-se durante o torneio. São esperados cerca de 42.500 espectadores em cada um dos quatro dias de prova e todos eles serão meticulosamente revistados antes de entrar no recinto. Telemóveis não entram e os únicos artigos que as pessoas podem transportar são as roupas que vestem no corpo e um pequeno saco. Apenas os automóveis dos golfistas e de pessoal da organização e segurança poderão permanecer junto ao recinto da prova. Já os espectadores terão de deixar as suas viaturas num parque de estacionamento situado a 24 quilómetros de distância e apanhar depois um dos autocarros disponibilizados pela organização. No esquema de segurança montado participam diversas entidades policiais, entre as quais o FBI.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)