Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Tolerância zero para Liedson

Tal como aconteceu há um ano, quando Rochemback protagonizou uma cena idêntica em pleno estádio do Dragão, a SAD do Sporting prepara-se para aplicar uma pesada multa a Liedson, na sequência da reacção incontida do avançado no momento da sua substituição, frente ao Vitória de Setúbal.
27 de Setembro de 2005 às 00:00
Peseiro conversou com Liedson, mas a SAD vai multá-lo
Peseiro conversou com Liedson, mas a SAD vai multá-lo FOTO: Rui Menderico (Record)
Paulo de Andrade, administrador da SAD já fez saber que o clube, este ano, não pactua com situações de indisciplina como as que marcaram a época passada.
Para já o assunto está a ser ponderado em conjunto pela estrutura de cúpula da SAD e só posteriormente se saberá que tipo de castigo será aplicado a Liedson. Mas de acordo com uma fonte da SAD, uma (pesada) multa irá resolver o problema do ‘levezinho’. tal como aconteceu no passado com ‘Roca’. Tolerância zero, portanto, até porque o próprio Paulo de Andrade reconheceu já ter visto na televisão a reacção do jogador, ficando obviamente desagradado.
Para José Peseiro, o minuto 80 do jogo com o V. Setúbal fica marcado como um dos mais terríveis desde a sua chegada a Alvalade. Primeiro pela monstruosa vaia que escutou no momento de fazer a troca de Beto por Liedson (nenhum treinador ‘sobrevive’ a dois ou três momentos daqueles); e depois por ver em ‘remake’ o episódio que em Novembro de 2004 teve como protagonista Fábio Rochemback, agora a jogar no Middlesbrough. No momento de abandonar o relvado, o médio brasileiro teve palavras impróprias para com o treinador, numa atitude que deixou chocados os elementos da SAD. Peseiro, tal como agora, teve uma reacção frouxa, deixando perceber alguma falta de pulso para controlar a disciplina dentro do balneário.
Ontem, no regresso aos treinos, na Academia, o técnico fez questão de entrar no relvado lado a lado com Liedson, numa clara intenção de mostrar que tem a situação controlada. Isto após ter debatido o jogo de domingo com todo o grupo.
Entretanto, Deivid, que acabou a partida com os sadinos em visível inferioridade física, não marcou presença nos relvados de Alcochete, sendo, para já, uma incógnita a sua presença no jogo da Taça UEFA, frente ao Halmstads, a realizar já depois de amanhã. De regresso aos treinos, estão Custódio, Edson, Ricardo e Silva.
P. ANDRADE: "NÃO À INDISCIPLINA"
Paulo de Andrade garante que a indisciplina não entra este ano no balneário do Sporting. “Os sócios sabem que este ano as questões estão a ser tratadas como deve ser. O Sporting este ano diz não à indisciplina. Não há outra forma de ter o grupo de trabalho a funcionar. Sempre que for precisar actuar, actuaremos”, garantiu. Contudo, sobre o castigo a aplicar a Liedson, disse ser “um assunto do foro interno”.
O dirigente ‘leonino’ lançou ainda alfinetadas à arbitragem de Bruno Paixão no FC Porto-Belenenses (contestou a legalidade do segundo golo) e minimizou o impacto da vaia escutada por José Peseiro.
CENA EM 'REMAKE'
"Não me apercebi de nada de grave, mas essas questões terão de ser tratadas dentro do grupo. Admito que os jogadores não gostem de ser substituídos. Isso até mostra o seu carácter." José Peseiro, após o jogo FC Porto-Sporting, em 8 de Novembro de 2004, comentando a reacção de Fábio Rochemback
"Não notei que tivesse dito alguma coisa. Aliás, até o cumprimentei. Se não gostou, o problema é dele." José Peseiro, após o jogo Sporting-V. Setúbal em 25 de Setembro de 2005, comentando a reacção de Liedson
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)