Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Treinador do Tottenham abriu conta bancária em nome do cão

O treinador do Tottenham, Harry Redknapp, terá ocultado uma conta bancária no Mónaco, durante seis anos, até ao momento em que foi detido no âmbito de uma investigação fiscal, segundo declarações de um procurador, proferidas esta terça-feira num tribunal inglês.
24 de Janeiro de 2012 às 16:25
Treinador do Tottenham em maus lençóis
Treinador do Tottenham em maus lençóis FOTO: Suzanne Plunkett/Reuters

O técnico da equipa da Liga inglesa, que está a ser julgado pelo tribunal de Southwark Crown por alegada fuga ao fisco, terá aberto uma conta no Mónaco, em 2002, sob o código 'Rosie 47', nome do seu cão. 

Durante o segundo dia de julgamento, os procuradores alegaram que a conta foi usada pelo treinador para receber pagamentos ilícitos de um outro arguido no mesmo processo de evasão fiscal, o antigo presidente do Portsmouth, Milan Mandaric, resultantes de comissões relacionadas com transferências de jogadores.  

John Black, um dos procuradores, disse ao tribunal que Redknapp "fingiu completa ignorância" sobre a existência da conta monegasca.  

Segundo o procurador, apesar de ter assumido a referida conta durante uma investigação anticorrupção no campeonato inglês, em 2006, Redknapp não o fez junto das autoridades fiscais até à sua detenção, em 2008.  

Harry Redknapp, de 64 anos, tem sido apontado como próximo treinador da selecção inglesa, pelo seu bom trabalho aos comandos do Tottenham, que se encontra no terceiro lugar do campeonato.

Harry Redknapp Tottenham Futebol Portsmouth Investigação Fiscal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)