Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Trofense não desarma

O Trofense, treinado por António Conceição, arrancou um importante empate (1-1) na casa do Gil Vicente, que tal como a equipa da Trofa está na luta pela subida à I.ª Liga.
28 de Janeiro de 2008 às 00:30
A equipa da Trofa, já sem Fábio Paim, que rumou ao Paços de Ferreira, justificou o estatuto de líder e até esteve em vantagem, com um golo do experiente Rui Borges, jogador que já representou entre outros o Boavista, Belenenses, o Estrela da Amadora e o Alverca. O pequeno avançado marcou de pontapé de bicicleta, num movimento espectacular apesar do esforço de João Pedro, que ainda tentou evitar o golo em cima da linha, com a cabeça.
Mas a vantagem durou muito pouco. O Gil Vicente, a jogar em casa, igualou dois minutos depois, por Maciel, num bom chapéu a Paulo Lopes, curiosamente ex-jogador do Gil Vicente. O defesa Zamorano facilitou na jogada e Maciel aproveitou a benesse. Os golos surgiram na segunda parte, quando as duas equipas arriscaram mais para tentarem ganhar.
O Trofense, com Ricardo Nascimento, reforço de Inverno da equipa, a pensar o jogo ofensivo, foi uma equipa quase sempre mais objectiva, mas falhou no remate, num jogo bastante intenso e que deu razão às grandes aspirações dos dois conjuntos na Liga de Honra. Na primeira parte, o Trofense foi mais equipa, mas aos poucos o Gil Vicente, com o seu típico espírito aguerrido, equilibrou o jogo e criou mesmo situações de perigo para o guarda-redes Paulo Lopes. O resultado serve mais ao Trofense, que com o empate manteve a distância de sete pontos para o conjunto de Barcelos na liderança.
VIZELA FALHA ATAQUE AO LÍDER
Mesmo com o empate, o Trofense saiu vencedor da jornada, porque não perdeu terreno para os perseguidores. Manteve o Gil Vicente a sete pontos e também beneficiou do empate consentido em casa pelo Vizela diante do Estoril (0-0) para conservar a distância de quatro pontos em relação aos vizelenses.
E como não há dois sem três, a terceira equipa que mais poderia fazer sombra ao Trofense teve uma jornada bem fria. Isto, porque o Rio Ave foi derrotado pelo Portimonense, lanterna vermelha, na cidade algarvia, por 2-1.
O Rio Ave continua em terceiro, mas viu o Estoril e o Gil Vicente reduzirem para apenas um ponto a diferença em relação aos vilacondenses.
Ver comentários