Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Ulisses foi engolido por um Rio de golos

Foram quatro, podiam ter sido mais. O Rio Ave cilindrou o Beira-Mar, tornando digna de pesadelo a estreia de Ulisses Morais nos aveirenses. No jogo de ontem, a chicotada psicológica nada trouxe de positivo aos aurinegros. Aproveitou a equipa de Carlos Brito.

5 de Março de 2012 às 01:00
Yazalde (à esquerda, em lance com Artur) marcou um golo
Yazalde (à esquerda, em lance com Artur) marcou um golo FOTO: Fernando Veludo/Lusa

Sob forte vento, o encontro até começou a um ritmo calmo – excepção a um desperdício (3’) de João Tomás –, com muita luta mas zero criatividade. Até que Cássio, ao estilo de um relógio atrasado, decidiu começar a estragar os planos a Ulisses: fez penálti sobre João Tomás, que este converteu (32’) em golo.

Se já estava mau para o Beira--Mar, pior ficaria após o intervalo: num canto, Bruno China (58’) concluiu ao segundo poste após desvio de Tarantini. A partir daí, os aveirenses baixaram os braços, dando azo a um show de ataque do Rio Ave, com destaque para Atsu – cedido pelo FC Porto –, que assistiu de forma brilhante Yazalde para o terceiro (77’), de cabeça. Outra vez após canto, João Tomás – ainda atirou à barra e viu um golo ser-lhe anulado – fechou o resultado de uma forma fácil.

RIO AVE BEIRA-MAR JOGO FUTEBOL LIGA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)