Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

United aperta líder Chelsea

O Manchester United está apenas a dois pontos do líder Chelsea, depois de ontem vencer fora o Hull (3-1), no fecho do já tradicional Boxing Day em Inglaterra. Quem também beneficiou o desaire dos blues – empate da véspera com o Birmingham (0-0) –foi o Arsenal que bateu sem dificuldades o Aston Villa (3-0).
28 de Dezembro de 2009 às 00:30
Rooney foi decisivo na vitória de Manchester United. Marcou um golo e ofereceu outro a Berbatov
Rooney foi decisivo na vitória de Manchester United. Marcou um golo e ofereceu outro a Berbatov FOTO: Nigel Roddis/Reuters

Os red devils – sem o português Nani (voltou a não ser convocado por Alex Ferguson) – apresentaram muitas dificuldades no primeiro tempo, mas na etapa complementar acabaram por chegar ao golo através de Rooney logo no início do segundo tempo. O Hull reagiu e chegou à igualdade numa grande penalidade cobrada por Fagan (59’).

A equipa de Manchester carregou em busca da vitória, que chegou graças a um autogolo de Andy Dwason (73’). O resultado final ficou estabelecido a oito minutos do fim. Berbatov ‘matou’ as esperanças do Hull (penúltimo classificado da Premier League com 17 pontos) em conquistar um ponto.

Também o Arsenal está mais perto da liderança (menos um jogo), depois de vencer sem dificuldades o Aston Villa (3-0). Cesc Fabregas foi a figura ao apontar dois dos golos dos gunners, nos 28’ que esteve em campo. O terceiro foi da autoria de Diaby (90’). A tarde de glória do espanhol acabou em tristeza, ao lesionar-se na coxa esquerda.

Hoje o líder Chelsea (15h00, Sport TV1) volta a jogar, na recepção ao Fulham.

DONO DO CITY DÁ MIL MILHÕES PELO REAL

O sheik Mansour Bin Zayed Al Nahyan, o milionário ‘patrão’ do Manchester City, terá feito uma proposta de mil milhões de euros para adquirir o Real Madrid, avançou ontem o jornal espanhol ‘As’.

Segundo o diário, através de uma fonte não identificada, revela que o sheik "mandatou um grupo de intermediários para oferecer mil milhões de euros pela propriedade integral do Real Madrid", onde alinham os futebolistas portugueses Cristiano Ronaldo e Pepe. Os intermediários do sheik e o presidente do Real, Florentino Perez, deverão reunir-se no início do próximo ano para analisar a proposta.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)