Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Utilidade pública ponderada

O secretário de Estado da Juventude e Desporto, Laurentino Dias, garantiu ontem que o Governo “ponderará sempre com muito cuidado” o estatuto de utilidade pública das federações, numa referência ainda no âmbito do caso Nuno Assis.
14 de Janeiro de 2007 às 00:00
“Como esse instituto depende do Governo, podem ficar cientes de que o Governo ponderará sempre com muito cuidado a relação com as federações e esse instituto de utilidade pública”, disse o secretário de Estado à saída da cerimónia de tomada de posse dos órgãos sociais da FPF.
Por outro lado, Laurentino Dias recusou comentar a presença de arguidos do processo ‘Apito Dourado’ nos órgãos sociais da FPF, nomeadamente Carlos Esteves, Francisco Costa e José António Pereira.
O reempossado presidente da FPF, Gilberto Madaíl, assegurou, por seu turno, não estar “minimamente preocupado” com o eventual risco de o organismo vir a perder esse estatuto, como aconselha um parecer da Procuradoria-Geral da República.
Apesar de os novos órgãos sociais da FPF terem tomado posse para o quadriénio 2006/07 – 2009/10, o mandato deverá ser interrompido no final da época, por força da nova Lei de Bases do Desporto, que implicará uma revisão dos estatutos e a consequente marcação de eleições.
Ver comentários