Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Varandas ofereceu o 7 de Cristiano Ronaldo mas foi recusado: "Prefiro ser Tiago Tomás"

"Sporting acredita que tem o sucessor de Cristiano Ronaldo", escreve o jornal espanhol AS.
Record 18 de Maio de 2021 às 14:11
Tem apenas 18 anos, o que quer dizer que ainda não era nascido quando o Sporting havia sido campeão pela última vez, e foi peça determinante na equipa de Rúben Amorim, nesta temporada que devolveu os leões ao título mais importante do futebol português.

Tiago Tomás é o homem de quem se fala e, esta terça-feira, o jornal espanhol 'AS' apresenta uma reportagem com o jovem avançado, intitulada: "O Sporting acredita que tem o sucessor de Cristiano Ronaldo".

Na reportagem é contada uma história da pré-época que envolve o presidente leonino e o jovem avançado. "Frederico Varandas desceu ao balneário a pensar que ia fazer feliz um jovem de 18 anos", pode ler-se.

E continua com as palavras do líder leonino: "Tiago, a camisola 7 de Cristiano está livre. É tua...". Nesse momento, segundo aquela publicação, o internacional sub-21 português respondeu assim a Varandas: "Não a quero, presidente. Não quero essa pressão. Prefiro ser Tiago Tomás". 

E assim foi. O atacante escolheu o número 19 e explicou-se: "O primeiro de todos os noves". De lá para cá, Tiago Tomás fez história. Participou em 36 jogos e apontou seis golos, superando os números da primeira época completa de Cristiano Ronaldo pelo Sporting (31 jogos e cinco golos). E também se estreou na seleção sub-21 de Portugal.

Ainda segundo o 'AS', a formação leonina voltou a produzir uma geração de grandes talentos, o que levou à conquista do campeonato. Com Tiago Tomás à cabeça, são ainda referidos os nomes de Nuno Mendes, Gonçalo Inácio e Daniel Bragança.

A referida publicação ainda ouviu o empresário de TT, o CEO da ProEleven, Carlos Gonçalves. "O Tiago tem um perfil que não é típico do jogador português e isso é muito interessante para o mercado internacional. Momento de sair? Não é preciso precipitar-se. Tem mais coisas para fazer em Portugal, mas é o mercado que manda".
Ver comentários