Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Vendas no FC Porto rendem 110 milhões de euros

Saídas de Militão, Marega e Felipe vão permitir encaixe financeiro importante à SAD.
Filipe António Ferreira 16 de Maio de 2019 às 08:17
Felipe e Marega estão de saída do FC Porto: o primeiro vai para Espanha e o segundo para Inglaterra
Felipe assume dificuldades no FC Porto
Militão e Felipe pressionados no FC Porto
Marega
Felipe e Marega estão de saída do FC Porto: o primeiro vai para Espanha e o segundo para Inglaterra
Felipe assume dificuldades no FC Porto
Militão e Felipe pressionados no FC Porto
Marega
Felipe e Marega estão de saída do FC Porto: o primeiro vai para Espanha e o segundo para Inglaterra
Felipe assume dificuldades no FC Porto
Militão e Felipe pressionados no FC Porto
Marega
O FC Porto prepara-se para perder vários jogadores que têm sido fundamentais nos últimos anos, mas que vão permitir um encaixe financeiro no mínimo de 110 milhões de euros.

Éder Militão é, para já, o único negócio oficializado. O Real Madrid pagou 50 milhões de euros pelo defesa brasileiro - valor da cláusula de rescisão -, que tinha custado 8,5 milhões no início desta época.

Também Marega e Felipe têm tudo acertado para deixarem o Dragão, saídas que só deverão ser anunciadas no final da temporada.

O avançado maliano vai permitir ao FC Porto um encaixe a rondar os 40 milhões de euros, que é o montante da cláusula de rescisão.

Os ingleses do West Ham e do Wolverhampton estão na linha da frente para garantir o futebolista, que por diversas vezes já manifestou a vontade de jogar na Premier League. Já Felipe tem tudo acertado com o Atlético Madrid.

O central tem uma cláusula de rescisão de 50 milhões de euros, mas o negócio poderá realizar-se por uma verba na ordem dos 20 milhões.

Também o lateral Alex Telles tem sido alvo de cobiça. Contudo, segundo soube o CM, a SAD portista não parece disposta a abdicar do jogador, que tem uma cláusula de 40 milhões de euros.

Corona ‘riscado’ no México
Jesús Corona não foi chamado por Tata Martino, selecionador do México, para a Gold Cup ( 15 de junho a 7 de julho). A imprensa mexicana diz que o técnico riscou em definitivo o jogador do FC Porto das futuras convocatórias.

Em causa está a polémica que envolveu a lesão que deixou o extremo de fora dos jogos de preparação do México em março.

Tata Martino queria que Corona, de 26 anos, fosse visto pelo departamento médico da seleção, mas este recusou viajar para o seu país e só mais tarde o FC Porto enviou um relatório médico.

PORMENORES 
Sem retorno financeiro
O mexicano Herrera e o argelino Brahimi devem deixar o Dragão em junho. Em ambos os casos não vão gerar ganhos para os portistas, pois terminam contratos no final da temporada.

José Sá sai em definitivo
O guarda-redes José Sá deixou o FC Porto em definitivo. O Olympiacos paga cerca de 2,5 milhões de euros.
Herrera Herrera Premier League Éder Militão FC Porto Dragão Marega José Sá West Ham desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)