Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Viana não joga e ponto final

Mal o sorteio dos quartos-de-final da Taça UEFA ditou o reencontro com o Newcastle – é a terceira vez esta temporada que as duas equipas se encontram – e logo a SAD tentou desbloquear o acordo contratualizado aquando do empréstimo de Hugo Viana ao Sporting, o mesmo que veta a utilização do esquerdino em encontros entre os dois emblemas.
19 de Março de 2005 às 00:00
Só que, lá diz o ditado, amigos amigos, negócios à parte. E pelo menos para já, apesar das excelentes relações entre os dois clubes, e do enorme desejo de Viana em participar na eliminatória, os ingleses, entidade patronal do atleta, não estão dispostos a ceder. Viana está fora de jogo e o cenário parece irreversível.
Aliás, já no último confronto entre os clubes (1-1), então ainda na fase de grupos e com o apuramento de ambos praticamente definido, o Newcastle não alterou a sua posição. É certo que o Sporting vai insistir, admite-se até que o próprio jogador faça um derradeiro ‘forcing’, mas dificilmente Viana estará disponível para Peseiro.
Já ontem Fredy Shepperd, presidente dos ‘magpies’, confirmou a impossibilidade do Sporting utilizar o médio, sustentando a sua posição no acordo estabelecido entre os dois clubes e que viabilizou o regresso do esquerdino a Alvalade. “O telefone tocou logo depois do sorteio e era o Sporting a pedir se podia utilizar o Hugo Viana. Declinámos educadamente”, disse. E não parece aceitável que o Sporting opte, numa situação limite, por furar o acordo, refugiando-se nas leis da UEFA. Até porque continuam as conversações no sentido de Viana permanecer em Alvalade, cenário dependente da boa vontade do Newcastle. A Peseiro, que após a eliminação do Middlesbrough reiterou o desejo de não defrontar o Newcastle – colocou os ingleses entre os mais fortes – perfila-se uma dificuldade acrescida.
SORTEIO
QUARTOS-DE-FINAL
Steaua Bucareste (Rom)/Villarreal (Esp.) - Alkmaar (Hol)
CSKA Moscovo (Rus) - Auxerre (Fra)
Newcastle (Ing) - Sporting (Por)
Áustria (Aus) - Parma (Ita)
MEIAS-FINAIS
Áustria (Aus) ou Pama (Ita) - CSKA (Rus) ou Auxerre (Fra)
Newcastle (Ing) ou Sporting (Por) - Steaua Bucareste (Rom)/Villarreal (Esp.) ou Alkmaar (Hol)
DATAS
Quartos-de-final: Primeira 'mão' a 7 de Abril e segunda 'mão' a 14 de Abril
Meias-finais: Primeira 'mão' a 28 de Abril e segunda 'mão' a 5 de Maio
Final: 18 de Maio (Estádio José Alvalade)
REINTEGRAÇÃO DE FERNANDO FERREIRA
“Depois de 16 anos, a forma como fui afastado, além da injustiça, provocou mágoas inultrapassáveis”. Fernando Ferreira saiu do Sporting, então em Julho de 2000, mas o regresso a Alvalade pode agora estar para breve. Tudo porque o Tribunal do Trabalho lhe deu razão na queixa apresentada contra a SAD, que o pretendia colocar no futebol de formação. E apesar dos anos de ligação entre as partes, a SAD optou por comunicar a ‘dispensa’ por carta, sem uma palavra. O médico não gostou, rejeitou a proposta e decidiu accionar os meios legais. O Tribunal deu-lhe razão e agora, além dos ‘leões’ se verem forçados a reintegrar o médico, terão ainda de lhe pagar todos os ordenados em atraso. Fernando Ferreira, esse, não escondeu o descontentamento para com a forma de actuação dos dirigentes.“Limitaram-se a trocar correspondência comigo. O processo foi estranhíssimo. Tínhamos sido campeões e quando me apresento para a nova época deparo-me com o inesperado. Luís Duque era o presidente, Ferreira de Lima, Horta e Costa e Ribeiro Teles os restantes dirigentes da SAD”, recorda, apostado “em ver cumprida a sentença decretada pelo Tribunal”: “Já manifestei ao Sporting esse desejo, que passa pela reintegração no futebol profissional”. O departamento jurídico da SAD está a analisar o ‘caso’.
CUSTÓDIO OPERADO. ROCHEMBACK FALHA FC PORTO
O técnico José Peseiro debate-se com inúmeras limitações na preparação da equipa para o importante ‘clássico’ de segunda-feira, em Alvalade, frente ao FC Porto. Às ausências confirmadas de Custódio – o médio foi ontem operado ao joelho direito e vai parar quatro semanas –, Polga e Hugo – este último lesionou-se ante o Middlesbrough – junta-se ainda Fábio Rochemback. O médio brasileiro, apurou o CM, não estará entre os disponíveis para um jogo que se perspectiva determinante para a campanha do Sporting na SuperLiga. Porque os ‘leões’ estão obrigados a vencer a partida, único resultado que serve os interesses no emblema ‘leonino’. Restará saber, considerando as limitações, que estratégia utilizará Peseiro. É certo que Beto formará a dupla de centrais com Enakarhire, mas Rogério, habitual lateral-direito, pode regressar ao ‘miolo’, formando com Moutinho o eixo central – neste cenário Mário Sérgio regressa ao onze. Caso Rogério permaneça na ala direita, então o meio-campo será formado por quatro das cinco unidades disponíveis: João Moutinho, Pedro Barbosa, Hugo Viana, Carlos Martins e Rodrigo Tello.
Entretanto, Custódio foi ontem operado e, apesar da intervenção cirúrgica ao joelho direito ter decorrido conforme o previsto, é certo que o período de ausência dos relvados não será inferior às quatro semanas.
À margem das questões clínicas, o plantel treinou ontem à tarde, na Academia de Alcochete. Liedson, durante os 15 minutos abertos à Comunicação Social, esteve ausente, tal como os lesionados atrás referidos que não trabalharam no relvado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)