Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Vieira não empresta dinheiro a José Veiga

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, não vai emprestar 500 mil euros a José Veiga para pagar a caução que lhe foi imposta pelo Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa (TIC), no âmbito do processo que envolve a ida de João Pinto para o Sporting.
28 de Novembro de 2006 às 00:00
Segundo Ricardo Maia, assessor de Luís Filipe Vieira, o presidente do Benfica “está à margem” do caso João Pinto: “Lembro, aliás, que o senhor José Veiga já afirmou que ele vai resolver o problema. Além disso, o senhor Luís Filipe Vieira já declarou que não comenta o caso de José Veiga com o Sporting”.
João Correia, advogado de José Veiga, fez chegar ontem um requerimento ao Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, em que requer a medida de coacção, caução de 500 mil euros, seja alterada.
José Veiga solicita que o juiz de instrução titular do processo, José Gameiro Costa, reduza o valor da caução ou mesmo que a substitua por outra medida de coacção, como apresentação periódica às autoridades. com excepção da prisão preventiva ou de obrigação de permanência na habitação.
“José Veiga pode pedir algum dinheiro emprestado, mas nunca uma verba de 500 mil euros”, disse ao CM fonte próxima do ex-empresário FIFA.
O ex-dirigente do Benfica começa hoje a ser julgado, em Cascais, no âmbito de um processo em que o queixoso é o Banco Dexia, do Luxemburgo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)