Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Vieira nega reforços

Luís Filipe Vieira deu ontem a sua “palavra de honra” de que o Benfica ainda não contratou qualquer jogador, uma vez que não irá “ao mercado antes de ter novo técnico”. Antes de partir para Paris, o presidente ‘encarnado’ disse ainda que já sabe “quem vai ser potencialmente o próximo técnico”, escusando-se a comentar os nomes de Carlos Queiroz ou Eriksson.
17 de Maio de 2006 às 00:00
Carrusca negou contactos com Benfica
Carrusca negou contactos com Benfica FOTO: Brainpix
A nível de jogadores, Vieira considera Rui Costa, com quem não fala há cerca de meio ano, “uma novela, igual todos os anos”. Certo é que o médio ‘viola’ volta a ser apontado como reforço, assim como o argentino Marcelo Carrusca, do Estudiantes de La Plata, a quem o Benfica o ano passado acenou com 1.5 milhões de euros. Mas sem resultado.
Rui Costa até se encontra em Lisboa, mas o ainda jogador do AC Milan – tem mais um ano de contrato – desfez equívocos. “Ninguém me perguntou se quero regressar ou não ao Benfica”, disse o médio à RR, pelo que não vai assinar “nada nos próximos dias”. Rui Costa, ontem apelidado de “craque” por Léo, garantiu que “esta minha vinda a Lisboa não tem nada a ver com o Benfica. Não estou preparado, neste momento, para assinar”.
O sul-americano Carrusca, sondado o ano passado para se mudar para Lisboa, volta a ser ‘atacado’. No entanto, tanto ele como o empresário Hugo Issa confessaram não ter conhecimento de nada. O atleta terá mesmo passaporte luso, uma vez que o pai tem família em Portugal.
CARRUSCA DOS OVOS DE OURO
Considerado um número 10 de boa qualidade, Carrusca disse ontem que gostava de representar o Benfica, que é um clube “grande”.
Aos 22 anos, Carrusca, que também joga a extremo-esquerdo, tem sido alvo da cobiça de vário clubes europeus, nomeadamente do Saragoça (Espanha) e Parma (Itália). Descendente de portugueses, passou a infância dividido entre o futebol e a ajudar o pai a distribuir ovos. Era visto como demasiado ‘franzino’ para ter futuro no futebol, mas o seu amor pelo desporto-rei acabou por se tornar na galinha de ovos de ouro da família.
O ano passado, com os pais e um irmão, apanhou um valente susto quando três homens armados entraram em casa e sequestraram-nos 20 minutos. Serviram-se de dinheiro e foram-se embora...
Ver comentários