Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Volta pode perder Senhora da Graça

A subida à Senhora da Graça tem todo um misticismo de que não queremos abrir mão, mas não nos podemos esquecer de que esta chegada é a que mais custos de policiamento tem e é também a única que nos impede de levar toda a estrutura de apoio até à meta, que são o garante do retorno para os nossos patrocinadores." Foi desta forma que Joaquim Gomes, director da Volta a Portugal em bicicleta, abordou o desejo da Câmara Municipal de Mondim de Basto de renegociar o contrato, pois os cortes orçamentais não permitem pagar 78 mil euros.

3 de Novembro de 2010 às 00:30
Subida à Senhora da Graça é o ponto alto da Volta a Portugal
Subida à Senhora da Graça é o ponto alto da Volta a Portugal FOTO: Lusa

O presidente da autarquia mondinense, Humberto Cerqueira, considerou "demasiado alto" os 78 mil euros que tem de pagar à organização da prova. "Neste momento não temos condições para pagar esse valor", disse ontem o autarca, que já iniciou contactos com a João Lagos Sports/PAD.

No entanto, Joaquim Gomes fez questão de frisar: "A Câmara de Mondim de Basto tem contrato transversal a todo o mandato autárquico até 2013 e, atendendo a esse acordo, a organização não tem procurado alternativas".

Nas 72 edições da Volta, o alto da Senhora da Graça foi palco de 31 finais de etapa.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)