Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Wawrinka triunfa após jogo "maratona"

O russo Mikhail Youzhny e o helvético Stanislas Wawrinka juntaram-se ao lote de jogadores qualificados para os quartos-de-final do Open dos Estados Unidos, após renhidos encontros, com especial destaque para o conterrâneo de Roger Federer, que necessitou de 4h28 para eliminar o seu adversário.
8 de Setembro de 2010 às 01:16
Stanislas Wawrinka
Stanislas Wawrinka FOTO: John G. Mabanglo/Epa

Sam Querrey, o último norte-americano ainda em competição no quadro masculino não conseguiu ir de encontro ao desejo dos 23.000 espectadores presentes no Arthur Ashe Stadium e soçobrou, diga-se, nos últimos pontos. Ou se preferirem “morreu na praia”. Embora lutando sempre frente a uma desvantagem no marcador, Querrey tirando partido do seu serviço conseguiu sempre recuperar e restabelecer a igualdade no andamento do marcador. Wawrinka ganhou o primeiro set 7-6, perdeu o segundo por 6-7, assumiu a vantagem com 7-5, mas Querrey, número 22 do mundo, empatou, remetemdo para o último e quinto set a decisão. Também aí persistiu o equilibrio e só quando o relógio se aproximava vertiginosamente das 4h30 de jogo, o suiço fechou o encontro, não contendo a sua alegria (6-4).

Wawrinka, 27º do ranking mundial, que na ronda anterior já tinha deixado marca ao eliminar o britânico Andy Murray, atinge assim pela primeira vez na sua carreira os quartos-de-final de um torneio do Grand Slam. Registe-se que foi assistido durante o encontro e jogou parte do encontro com a perna ligada, ao que não será alheio o esforço dispendido durante 268 minutos de jogo.

O seu próximo encontro, frente a Youzhny, também se anuuncia particularmente equilibrado e porventura consumidor de energia e esforço físico, mostrando a estatística que nas quatro vezes em que se defrontaram, o “placard” evidencia um empate com duas vitórias para outras tantas derrotas.

No quadro feminino, o anunciado embate entre a italiana Franscesca Schiavone e a mana mais velha das Williams –recorde-se que Serena está em recuperação de uma intervenção cirúrgica ao pé- haveria de proporcionar espectáculo. A transalpina que esteve a perder por 4-0, no primeiro set e 4-1 no segundo, nunca se deu por vencida e ofereceu resistência enquanto pode, mas Venus não desmoralizou e com a tenacidade que lhe é reconhecida acabou por concluir o encontro com 7-6, 6-4, garantindo nova presença nas meias-finais, ela que já ganhou este torneio em duas ocasiões consecutivas, nos anos 2000 e 2001.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)