YouTube volta a revelar ‘segredos’ do futebol

Cinco novos vídeos, com escutas retiradas do processo ‘Apito Dourado’, foram ontem colocados na página de internet do YouTube. Numa altura em que o FC do Porto está com uma grande vantagem pontual sobre os principais rivais, o espectro do ‘Apito Dourado’ volta à ribalta através de um internauta anónimo, que se auto-intitula ‘Juiz Marado’. Diz que tem 47 anos e que vive no Zimbabue, em África.
03.10.10
  • partilhe
  • 0
  • +
YouTube volta a revelar ‘segredos’ do futebol
São audíveis as vozes de António Araújo, o empresário com ligações ao FC Porto; Pinto de Sousa e Pinto da Costa Foto Estela Silva/Lusa

Já em Janeiro deste ano, seis vídeos com escutas do ‘Apito Dourado' tinham sido colocadas no mesmo site. O conteúdo mostra Pinto da Costa em conversas com Pinto de Sousa, na altura líder da Comissão de Arbitragem da Liga, com Valentim Loureiro ou ainda Duarte Caldeira, administrador da SAD portista. Noutras escutas, ontem tornadas públicas na internet, ouve-se também o antigo presidente do Belenenses queixar-se a Pinto de Sousa de que o líder do Marítimo acusa o homólogo do Nacional de presentear árbitros com prostitutas.

Nos outros vídeos, que revelam alguma produção e escolha dos momentos mais picantes, ouve-se Pinto da Costa a tecer comentários sobre os árbitros. O líder portista é ainda protagonista de uma conversa com Adelino Caldeira sobre o episódio em que Mourinho foi acusado de rasgar a camisola do jogador do Sporting Rui Jorge.

PROCESSO PARADO NA DISTRITAL

Em Janeiro, também no YouTube, foram colocados registos de áudio de alguns dos excertos de conversas envolvendo os mesmos protagonistas. Na altura, a PGR abriu um inquérito, mas o CM sabe que o mesmo se encontra em análise da Procuradoria Distrital. Haverá uma diferença de entendimento relativamente à norma que obriga a que os visados autorizem a publicação das escutas. Há juristas que dizem ser inconstitucional.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!