Barra Cofina

Correio da Manhã

Euro 2020

Benzema sai lesionado e dá gás ao rival Giroud

Saída do franco-argelino aos 39’, contra a Bulgária, abriu porta à entrada do avançado do Chelsea, que aproveitou e marcou dois golos.
Sérgio A. Vitorino 10 de Junho de 2021 às 09:29
Karim Benzema (no chão) queixa-se a Griezmann da lesão. França está no grupo F com Portugal, Alemanha e Hungria
Karim Benzema (no chão) queixa-se a Griezmann da lesão. França está no grupo F com Portugal, Alemanha e Hungria FOTO: Reuters
Karim Benzema, de 33 anos, o avançado do Real Madrid que o selecionador francês Didier Deschamps recuperou para o Euro 2020 - após ter sido afastado em 2015 devido à detenção por chantagem contra o colega e então amigo Valbuena, exigindo dinheiro para não divulgar um vídeo de sexo caseiro - saiu terça-feira lesionado (joelho direito) aos 39’ do particular contra a Bulgária (vitória francesa por 3-0). Mas Deschamps já veio dizer que está tranquilo, porque a lesão "não é grave". "Saiu porque não quisemos correr nenhum risco. Não parece ser uma lesão muscular nem nada no ligamento", explicou.

Se, por um lado, Deschamps mantém Benzema - o avançado foi aposta para titular no último ensaio antes da 1ª jornada contra a Alemanha (terça-feira às 20h00, em Munique) -, por outro ganhou um ‘problema’. Olivier Giroud (Chelsea), 34 anos, estava destinado a suplente mas fez dois golos no jogo contra a Bulgária e reclama agora o lugar do ponta de lança que será servido por Mbappé e Griezmann. A guerra está rubro, até porque Benzema e Giroud são rivais desde que o primeiro disse ser um "Fórmula 1" enquanto o segundo é apenas um "kart".
O indisfarçável mau ambiente entre os jogadores na seleção francesa não impede que a mesma esteja no topo das preferências das casas de apostas.

Recriaram estágio campeão em Nuremberga
‘Campo Bahia’. Foi com este nome que ficou conhecido o "lendário" local onde a seleção alemã estagiou no Mundial de 2014, no Brasil, que conquistou e no qual goleou (7-1) o anfitrião. "Precisamos da mesma mentalidade de 2014", disse esta quarta-feira Joachim Löw, selecionador alemão. E é esse ambiente que está a recriar em Herzogenaurach, arredores de Nuremberga, onde os jogadores chegaram terça-feira com a moral em alta após terem, na véspera, goleado (7-1) a Letónia. O centro de estágios, no quartel-general da Adidas, tem chalés que serão partilhados por quatro jogadores. As construções, quais casas de férias, ficam numa floresta. São protegidas por lonas para manter a privacidade. O primeiro evento em equipa foi um churrasco.

Assobiadela polémica
A Hungria, rival de Portugal (3ª feira, 17h00, Budapeste), já havia avisado que os jogadores não se iriam ajoelhar contra o racismo por ser "ato político". Mas não se esperava a assobiadela "brutal e polémica" aos jogadores da Irlanda que o fizeram no 0-0 de 4ª feira.
Olivier Giroud Karim Benzema Valbuena Real Madrid Bulgária Didier Deschamps Nuremberga desporto futebol
Ver comentários