Barra Cofina

Correio da Manhã

Euro 2020

Seleção Nacional pinta símbolo com cores do arco-íris após polémica com UEFA

Organismo recusou iluminar estádio de Munique com cores associadas ao movimento LGBT e depois veio dizer vestir cores do arco-íris "com orgulho".
Correio da Manhã 23 de Junho de 2021 às 14:49
Símbolo da FPF pintou-se com as cores da bandeira LGBT
Símbolo da FPF pintou-se com as cores da bandeira LGBT
Símbolo da FPF pintou-se com as cores da bandeira LGBT
Símbolo da FPF pintou-se com as cores da bandeira LGBT
Símbolo da FPF pintou-se com as cores da bandeira LGBT
Símbolo da FPF pintou-se com as cores da bandeira LGBT

A polémica instalou-se no mês de celebração da luta contra os direitos da comunidade LGBT, após a UEFA recusar iluminar o estádio de Munique, onde decorrem jogos do Euro 2021, com as cores do arco-íris, símbolo associado e usado na luta pela igualdade das pessoas LGBT. Agora, e após a UEFA ser duramente criticada e acabar por se retrair, dizendo que veste com "orgulho" as cores do arco-íris e reafirmando o reu compromisso de luta contra a discriminação, também as Seleções Nacionais portuguesas tomaram uma posição na polémica, pintando o símbolo da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Durante a tarde desta sexta-feira, na página de Facebook das Seleções Nacionais, foi possível ver que a foto de perfil foi mudada para figurar o símbolo da Federação Portuguesa de Futebol sobre um fundo ‘pintado’ com as cores da bandeira LGBT.

A publicação depressa reuniu milhares de comentários, muitos a apoiar a iniciativa e alguns com críticas pela decisão tomada.  

Ver comentários