Correio da Manhã

Recorde a vida de Eusébio, quatro anos após a sua morte
Foto D.R.
Eusébio começou a jogar pelo Benfica em 1961
Foto Reuters
Presença habitual junto à Selecção, o ex-avançado vibrou na vitória sobre a Turquia no Europeu de 2000
Eusébio defrontou o Benfica pelo Beira-Mar em 1976/1977
Foto Direitos Reservados
Eusébio cumprimenta Johan Cruyff após uma partida entre Ajax e Benfica, em 1969
Todo o empenho do avançado não impediu que a Inglaterra afastasse Portugal da final. Ficaram famosas as lágrimas do 'Pantera Negra'
Foto Kent Gavin/Getty Images
Eusébio nasceu a 25 de janeiro na moçambicana Lourenço Marques, atual Maputo. Foi eleito o melhor jogador do Mundo em 1965 e conquistou duas Botas de Ouro
Foto Mariline Alves
Uma pneumonia bilateral levou Eusébio a ser internado no Hospital da Luz no final de 2011. Teve alta, mas voltou à unidade de saúde devido a uma cervicalgia aguda, voltando para casa a tempo da passagem de ano para 2012
Símbolo do Benfica ao longo de meio século, Eusébio da Silva Ferreira foi a primeira grande estrela do futebol português
Último jogo no antigo Estádio da Luz, que deu lugar à nova infra-estrutura construída para o Euro 2004, foi um momento emotivo para o futebolista
Foto José Manuel Ribeiro/Reuters
A TAP baptizou um dos seus Airbus com o nome de Eusébio
Foto Sergio Perez/Reuters
Eusébio juntou-se a Di Stefano na entrega da Bola de Ouro de 2001 a Luís Figo
Foto José Manuel Ribeiro/Reuters
Juntamente com a fadista Amália Rodrigues, foi um dos símbolos do Portugal isolado no pós-guerra. O lançamento de um relógio de luxo para a Expo-98 juntou as duas estrelas
Foto José Manuel Ribeiro/Reuters
Eusébio deslocou-se ao Extremo Oriente num Mundial de 2002 de má memória, quando António Oliveira era o seleccionador nacional
Depois dos anos de ouro no Benfica, e de uma passagem pelos EUA e Canadá, Eusébio terminou a carreira em 1978, ao serviço do União de Tomar. Antes passara pelo Beira-Mar
Eusébio e Pelé voltaram a encontrar-se no particular entre Portugal e o Brasil, disputado no Estádio de Alvalade
Foto José Manuel Ribeiro/Reuters
Guarda-redes Ricardo recebeu um forte abraço de Eusébio ao marcar o golo decisivo no desempate por penáltis com a Inglaterra
Eusébio é casado há mais de 40 anos com Flora, com quem teve duas filhas
Esteve numa comitiva do Benfica recebida pelo Papa João Paulo II em 2003
Foto Eric Gaillard/Reuters
Eusébio envolveu-se na candidatura de Portugal à organização do Euro 2004, promovendo-a ao longo de vários anos
Eusébio enfrentou grandes nomes do futebol mundial, incluindo o italiano Trapattoni, que décadas mais tarde viria a treinar o Benfica
Segundo melhor goleador de sempre do futebol português, só atrás do inatingível Peyroteo, Eusébio conquistou a Bota de Ouro da Europa em 1968 e 1973
Foto Nacho Doce/Reuters
O francês Michel Platini, líder da UEFA, homenageou o português em 2010 pelo seu contributo para o futebol
Figura máxima do Portugal que surpreendeu o Mundo em 1966, Eusébio marcou quatro dos cinco golos da famosa reviravolta frente à Coreia do Norte
Foto Sergio Perez/Reuters
Contratação de Cristiano Ronaldo pelo Real Madrid foi testemunhada por Eusébio em pleno Santiago Bernábeu
Portugal perdeu a final do Euro 2004 com a Grécia e Eusébio falhou o sonho de entregar taça à Selecção
Foto Reuters
Futebolista tem uma estátua mesmo em frente do Estádio da Luz
Foto Vasco Neves
Claques dos encarnados nunca esquecem Eusébio onde quer que o Benfica jogue
Vida de Eusébio está marcada pelos anos que passou ao serviço do Benfica. Foram 11 campeonatos nacionais, cinco taças de Portugal e uma Taça dos Campeões Europeus
09:30
  • Partilhe
Eusébio da Silva Ferreira morreu na madrugada de 5 de janeiro de 2014, aos 71 anos.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE