Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Nuno Capucho apresentado como treinador do Rio Ave

Antigo extremo diz que é um treinador ambicioso.
21 de Maio de 2016 às 11:43
Nuno Capucho, o novo treinador do Rio Ave
Nuno Capucho, o novo treinador do Rio Ave FOTO: Simão Freitas 
O antigo extremo Nuno Capucho foi este sábado apresentado como treinador do Rio Ave, da I Liga portuguesa de futebol, em conferência de imprensa, assumindo a ambição de qualificar a equipa para a fase de grupos da Liga Europa.

"Sou um treinador ambicioso, quero melhorar as minhas capacidades e o Rio Ave deu-me todas as condições para que o meu trabalho tenha sucesso. O meu primeiro grande desafio é levar o clube à fase de grupos da Liga Europa", afirmou Nuno Capucho, que sucede no cargo a Pedro Martins e assinou um contrato por duas temporadas com o emblema vila-condense.

O antigo futebolista internacional, de 44 anos e que jogou em clubes como Gil Vicente, Sporting, Vitória de Guimarães, FC Porto, Glasgow Rangers e Celta de Vigo, vai estrear-se ao comando de uma equipa da I Liga, depois de ter orientado equipas da formação do FC Porto e o Varzim, na II Liga.

Nuno Capucho quer "fazer história" no comando técnico do Rio Ave
O antigo futebolista Nuno Capucho, de 44 anos, que este sábado foi apresentando como novo treinador do Rio Ave para as próximas duas épocas, afirmou que pretende "fazer história" no emblema vila-condense.

O antigo extremo, que na temporada que agora termina teve sua primeira experiência como treinador de uma equipa sénior, ao serviço do Varzim, da II Liga, mostrou ambição para a sua estreia no escalão maior do futebol nacional.

"Os meus antecessores [Nuno Espírito Santos e Pedro Martins] tiveram um trabalho com nível, mas espero ser melhor e quero fazer história neste grande clube", afirmou o treinador.

O antigo futebolista internacional, que jogou em clubes como Gil Vicente, Sporting, Vitória de Guimarães, FC Porto, Glasgow Rangers e Celta de Vigo, definiu-se como um treinador à imagem do seu passado como jogador.

"Gosto de jogar ao ataque e valorizo a criatividade e identidade dos atletas. Um dos meus grandes objetivos será valorizar os jovens jogadores", apontou.

Questionado se sentia a pressão de se estrear como técnico de uma equipa da I Liga, logo numa época em que o Rio Ave conseguiu a qualificação para as competições europeias, o técnico respondeu com ambição.

"É verdade que sou jovem, mas quero melhorar as minhas capacidades e o Rio Ave deu-me todas as condições para que o meu trabalho tenha sucesso. O meu primeiro grande desafio é levar o clube à fase de grupos da Liga Europa", apontou.

Já o presidente do emblema da foz do Ave, António Silva Campos, reconheceu que aposta em Capucho "é de risco", mas mostrou confiança no trabalho do jovem técnico.

"Sabemos que vamos correr riscos, mas já é habitual neste clube lançarmos treinadores jovens e sem experiência. Foi o caso do Nuno [Espírito Santo], que foi um sucesso, o que faz com que estejamos firmes nesta nossa decisão", vincou o dirigente.

O presidente do Rio Ave considerou que "foi feita uma aposta num treinador de futuro" e mostrou-se convencido de que Nuno Capucho tem "o perfil ideal" para assumir a equipa.

"Esperamos que faça uma excelente carreira e que nos ajude a consolidar o trabalho dos últimos quatro, em que temos atingido os nosso objetivos e afirmado na I Liga", concluiu.

Neste novo desafio em Vila do Conde, o técnico faz-se acompanhar do adjunto Ricardo Silva e do preparador físico David Lima, que também o coadjuvavam no Varzim.
Nuno Capucho Rio Ave futebol I Liga Liga Europa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)