Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Diretivo Ultras XXI acusa direção de "tentar camuflar a crise" no Sporting

À semelhança da Juve Leo, a claque diz sentir-se o "bode expiatório ideal".
Lusa 21 de Outubro de 2019 às 21:54
Estádio de Alvalade
Estádio de Alvalade
O Diretivo Ultras XXI acusou hoje a direção do Sporting de "uma clara tentativa de camuflar a crise vivida", face à rescisão de protocolos com este Grupo Organizado de Adeptos (GOA), sentindo-se o "bode expiatório ideal".

A par da claque Juventude Leonina, o Diretivo manifestou-se igualmente através da página oficial do Facebook, no dia seguinte ao anúncio da rescisão "com efeitos imediatos" dos protocolos que celebraram em 31 de julho, com o Sporting.

"Num momento em que tudo serve para afastar do espaço mediático as merecidas críticas, e a contestação a uma gestão danosa dos destinos do Clube e da SAD, não deixamos de registar e lamentar o 'timing' escolhido para a publicação do referido comunicado, numa clara tentativa de camuflar a crise vivida", escreveu a claque naquela rede social.

No comunicado, a claque dos 'leões' acrescentou que essa "camuflagem" vai de encontro à precoce e "vergonhosa" eliminação dos 'leões' na terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol (0-2 na casa do Alverca, do terceiro escalão), lamentando que se continue a fazer das claques "o bode expiratório ideal".

O Diretivo sublinha ainda o "apoio incondicional" à equipa de futebol e às restantes modalidades, também expressado pela Juve Leo, independentemente da "suspensão ou cessação de quaisquer apoios".

Diretivo Ultras Sporting Grupo Organizado de Adeptos GOA desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)