Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

"Acredito que Portugal vai vencer o Euro2016"

CR7 afirma que a seleção ainda não perdeu. Veja a entrevista.
Leonel Lopes Gomes 8 de Julho de 2016 às 18:41
Cristiano Ronaldo no final do jogo frente ao País de Gales
Cristiano Ronaldo no final do jogo frente ao País de Gales FOTO: EPA
Doze anos depois da final do Euro2004, Portugal volta a marcar presença no jogo decisivo do campeonato da Europa de futebol.  No domingo, os comandados de Fernando Santos poderão alcançar um resultado histórico. 

"É uma sensação única, de grande alegria, porque era algo que queria, repetir uma final, agora tenho a felicidade, se tudo correr bem, de jogar no domingo a segunda final por Portugal. É uma final e tudo pode acontecer. Sabemos que vamos jogar contra uma grande equipa, mas tudo pode acontecer", realçou, em entrevista ao site da UEFA, Cristiano Ronaldo que é, a par de Ricardo Carvalho, sobrevivente do duelo com a Grécia, que decorreu no Estádio da Luz.

CR7 salienta que o desaire com os gregos pode servir de lição para o embate contra a França.

"Tiramos sempre ilações das derrotas. Sempre aceitamos melhor quando erramos. A nível pessoal tiro boas experiências (e não tantas más) porque tinha 18 anos, tinha acabado de jogar pelo Manchester United e depois fui para a selecção e para o EURO 2004, na minha estreia na selecção. Foi tudo muito rápido e para mim foi quase tudo uma surpresa, uma ilusão, um sonho. O desfecho não foi o que nós desejávamos, mas o balanço desse ano foi positivo, pelo menos para mim. Tinha apenas 18 anos e foi um momento único na minha carreira", rebobinou.

"Domingo será a 1.ª vez que Portugal vai vencer um troféu importante"
Aos 31 anos, o jogador do Real Madrid revela que tem um sonho por concretizar.

"É algo com que sempre sonhei, ganhar com a selecção nacional. Ganhei tudo a nível de clubes e a nível individual, por isso seria um feito enorme ganhar algo ao serviço da selecção portuguesa. Acredito que isso é possível, assim como os meus colegas e todo o país e os emigrantes aqui em França também acreditam. Temos de ter pensamento positivo porque acredito que no domingo será a primeira vez que Portugal vai vencer um troféu importante", considerou.

Cristiano não esconde a alegria com o percurso português em França. Os Após três empates consecutivos, a seleção conseguiu chegar à final da prova.

"É um orgulho. Eles vêm-me como um exemplo e eu faço por isso. É muito bom sentir o carinho de todos eles. Já sou capitão da selecção há algum tempo e é para mim um orgulho muito grande representar as cores do meu país e ajudar Portugal a alcançar os seus êxitos e objectivos. Quero continuar porque ainda me sinto em óptimas condições para ajudar Portugal e também o meu clube. Não é fácil jogar há tantos anos num nível tão elevado – só quem joga e percebe de futebol é que sabe", realçou.

"A França tem uma equipa fantástica"
Anfitriões da prova, os comandados de Didier Deschamps apenas consentiram um empate, contra a Suíça, nas seis partidas que realizaram no Euro2016 até ao momento.

"A França tem uma equipa fantástica, jogam muito bem. Na minha opinião é um pouco mais favorita do que nós porque joga em casa, algo que é uma grande vantagem. Tem todo o país a apoiá-la, mas é uma final, onde tudo é possível. Estamos preparados e vamos ser certamente uma equipa difícil de vencer. Ainda ninguém nos derrotou neste torneio, por isso espero que a França também não nos consiga vencer. Vai ser um jogo complicado para ambas as equipas", perspetivou.

Na final do Stade de France, o goleador luso poderá fazer história. Basta que marque um golo para ultrapassar Michel Platini no lote de maiores goleadores da competição.

"São coisas que surgem de uma forma natural. Não estou obcecado com os recordes, são coisas que acontecem, por isso é bonito, mas é só isso. Quero é estar na história; já o consegui nos clubes por onde passei e na selecção também. Quero continuar a minha história. Sinto-me bem, sinto-me jovem, com força. O que mais quero é continuar na minha linha de sucesso", finalizou.

Portugal defronta a anfitriã França no domingo às 20h00, naquela que será a segunda final da história num Europeu para a seleção lusa, depois de ter perdido o título para a Grécia em 2004, em Lisboa.



Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)