Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Albaneses manifestam-se contra racismo junto à sede da UEFA

A manifestação ocorreu cerca de uma semana depois de a UEFA ter punido a Albânia.
2 de Novembro de 2014 às 16:52
Vários albaneses acusam a UEFA de descriminação
Vários albaneses acusam a UEFA de descriminação FOTO: Arben Celi / Reuters

Cerca de um milhar de albaneses manifestaram-se este domingo frente à sede da UEFA contra o que consideram ser o racismo da instância que gere o futebol europeu contra o seu país, noticiou a agência France Presse.

Durante a manifestação, na qual foi, segundo a France Presse, "denunciada a falta de respeito" da UEFA para com o povo albanês, um "drone" com a bandeira da Albânia sobrevoou a sede do organismo. A manifestação ocorreu cerca de uma semana depois de a UEFA ter punido a Albânia com uma derrota por 3-0 devido aos incidentes no jogo com a Sérvia, do Grupo I de qualificação para o Euro2016 em futebol.

Numa decisão que acabou por favorecer as restantes seleções do grupo, entre as quais a portuguesa, a UEFA decidiu também não atribuir os três pontos à Sérvia. A 14 de outubro, o árbitro inglês Martin Atkinson interrompeu a partida Sérvia-Albânia, realizada em Belgrado, aos 42 minutos, quando jogadores das duas equipas e adeptos se envolverem em confrontos, depois de um "drone" telecomandado ter sobrevoado o relvado com uma bandeira que representava um mapa da denominada Grande Albânia.

UEFA Albânia manifestação racismo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)