Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Alma vitoriana mantém esperança

Equipa de Pedro Martins esteve a perder com o Paços de Ferreira por 0-2 mas igualou aos 90+2.
Abel Sousa 4 de Janeiro de 2017 às 08:56
Rúben Ferreira (V. Guimarães) nas alturas
Rúben Ferreira (V. Guimarães) nas alturas FOTO: Lusa
O V. Guimarães empatou ontem em casa com o Paços de Ferreira (2-2), depois de ter estado a perder por 2-0, e manteve hipóteses de apuramento para a ‘final four’ da Taça da Liga. Enquanto Pedro Martins fez nove alterações relativamente ao jogo anterior, em Vizela, Vasco Seabra, técnico dos pacenses, foi mais conservador e manteve no onze cinco habituais titulares.

Até ao 1º golo do Paços, apontado por Gleison aos 18 minutos, o jogo foi muito equilibrado e disputado num ritmo baixo. Depois disso, o Vitória acelerou os processos e pressionou no sentido de chegar ao empate, construindo alguns momentos perigosos junto da baliza de Mário Felgueiras.

O segundo golo pacense surgiu logo após o reatamento, com Mateus a marcar de cabeça na sequência de um canto. Nova reação vitoriana resultou no golo de Texeira. Numa pressão intensa até final - já com Soares e Hurtado em campo -, houve várias ocasiões e, em período de compensações, Zungu fez o empate.
Ver comentários