Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

André Villas-Boas assume "fracasso", após derrota na Taça da China

Treinador do Shangai SIPG falhou promessa de títulos e não revela o futuro próximo.
Lusa 27 de Novembro de 2017 às 12:08
André Villas-Boas
André Villas-Boas ao serviço do Shangai SIPG
André Villas-Boas
André Villas-Boas ao serviço do Shangai SIPG
André Villas-Boas
André Villas-Boas ao serviço do Shangai SIPG
O treinador português André Villas-Boas assumiu o seu "fracasso", após um ano sem qualquer título conquistado no clube de futebol chinês Shanghai SIPG e assegurou que o seu futuro vai ser conhecido "em breve".

"Tenho que aceitar a minha responsabilidade e o meu fracasso", disse Villas-Boas, depois da derrota na final da Taça da China, perdida domingo face ao Shanghai Shenhua, após uma vitória caseira por 3-2, que não retificou o 0-1 sofrido fora.

O técnico luso assume que o contrataram para conquistar provas e que, com o desaire na Taça da china, depois do segundo lugar no campeonato e da eliminação nas meais-finais da Liga dos Campeões asiática, esse objetivo não foi conseguido.

"A nossa ambição era ganhar troféus e não conseguimos fazê-lo", reconheceu André-Villas Boas, adiantando, porém, que se ganhou algo em relação ao futuro: "A equipa está numa posição muito melhor agora para ganhar títulos".

O ex-treinador do FC Porto recusou-se a dizer se vai continuar na próxima época a treinar o Shanghai SIPG, mas deixou claro que "o clube já conhece" a sua decisão, que será tornada pública "em breve".

De acordo com a imprensa chinesa, o treinador de 40 anos, que chegou ao Shanghai SIPG em novembro de 2016, pretendia ganhar pelo menos um troféu este ano.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)