Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Atlético de Madrid compra estádio ao município por 30 milhões

Clube vai mudar-se para recinto construído para ser Estádio Olímpico, o que nunca aconteceu.
Lusa 13 de Março de 2017 às 15:48
O novo estádio La Peineta, numa imagem registada no final de janeiro
Um esboço de como vai ficar o estádio depois das obras
Instalação da cobertura, começou no início de março
A obras em janeiro
Aspeto da construção
Aspeto da construção
As obras em agosto de 2016
La Peineta em 2005, quando era destinado a servir como estádio olímpico
O novo estádio La Peineta, numa imagem registada no final de janeiro
Um esboço de como vai ficar o estádio depois das obras
Instalação da cobertura, começou no início de março
A obras em janeiro
Aspeto da construção
Aspeto da construção
As obras em agosto de 2016
La Peineta em 2005, quando era destinado a servir como estádio olímpico
O novo estádio La Peineta, numa imagem registada no final de janeiro
Um esboço de como vai ficar o estádio depois das obras
Instalação da cobertura, começou no início de março
A obras em janeiro
Aspeto da construção
Aspeto da construção
As obras em agosto de 2016
La Peineta em 2005, quando era destinado a servir como estádio olímpico
O Atlético de Madrid e o município da capital espanhola chegaram esta segunda-feira a acordo para a compra por parte do clube de futebol do Estádio de La Peineta, que será 'rebatizado' de Wanda Metropolitano.

La Peineta, nome dado ao estádio inaugurado em 1994 para funcionar como Estádio Olímpico e abandonado em 2004, depois de perdidas as candidaturas aos Jogos de 2004, 2012 e 2016, será a partir da próxima temporada o Wanda Metropolitano, nova 'casa' do Atlético, que vai abandonar o Vicente Calderón, onde jogou durante 50 anos.

"O pagamento será feito em três prestações anuais e tem um valor total de 30.422.520 euros, com juros", revelou esta segunda-feira o município madrileno em comunicado, onde detalha ainda que os 'colchoneros' ficam responsáveis por construir os acessos para o espaço, bem como mais de quatro mil lugares de estacionamento, obra orçada em mais de 29 milhões de euros.

O estádio, inicialmente apontado à prática de atletismo, terá 73 mil lugares, mais 53 mil que a capacidade atual, e um aspeto totalmente renovado depois de se tornar exclusivamente propriedade do clube.

O Vicente Calderón, 'casa' do clube desde 1966, será demolido quando a equipa onde jogam os portugueses André Moreira e Tiago se mudar para o Wanda Metropolitano, cujas obras arrancaram em 2011 depois de um primeiro acordo entre a autarquia de Madrid e Atlético alcançado em 2008.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)