Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Atlético Nacional recebe prémio fair-play da FIFA

Equipa colombiana pediu que a Taça Sul-Americana fosse entregue à Chapecoense.
9 de Janeiro de 2017 às 19:48
Juan Carlos de la Cuesta (à direita), presidente do Atlético Nacional
Juan Carlos de la Cuesta (à direita), presidente do Atlético Nacional FOTO: Ruben Sprich/Reuters
A equipa colombiana do Atlético Nacional, que pediu a atribuição à equipa brasileira da Chapecoense da Taça Sul-Americana de futebol, foi esta segunda-feira distinguida pela FIFA com o prémio 'Fair-Play', durante a gala anual da organização.

Ao receber o prémio na gala da FIFA, que decorreu em Zurique, na Suíça, o presidente do Atlético Nacional, Juan Carlos de la Cuesta, destacou o "momento muito difícil" vivido após a tragédia de aviação que vitimou grande parte do plantel da equipa brasileira.

A equipa da Chapecoense sofreu o acidente de aviação a 28 de novembro do ano passado, quando o avião em que seguia para disputar com o Atlético Nacional a final da Taça Sul-Americana se despenhou em Cerro Gordo, a 17 quilómetros do aeroporto de Medellín, na Colômbia, por falta de combustível, causando a morte a 71 dos 77 ocupantes do aparelho.

A 30 de novembro, o Atlético Nacional escreveu à Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) solicitando que a Chapecoense fosse declarada campeã da Taça Sul-Americana.

A CONMEBOL enalteceu então a "demonstração do espírito de paz, compreensão e jogo limpo" demonstrado pelo clube colombiano, salientando a "solidariedade, consideração e respeito" demonstrado com "os seus irmãos" da Chapecoense.

O prémio da FIFA recompensa "comportamentos exemplares que promovem o espírito de ´fair-play´ e da compaixão no campo e fora dele".
Atlético Nacional Chapecoense FIFA Zurique Suíça Medellín Colômbia CONMEBOL desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)