Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Ausência de Ferro irrita Benfica

Dirigentes entendem que o central devia ter sido chamado aos trabalhos de Portugal.
António M. Pereira e Filipe António Ferreira 12 de Novembro de 2019 às 08:58
Ferro, de 22 anos, tem sido um dos destaques na defesa dos encarnados desde que Lage assumiu o comando técnico
Defesa central do Benfica, Ferro
Ferro, de 22 anos, tem sido um dos destaques na defesa dos encarnados desde que Lage assumiu o comando técnico
Defesa central do Benfica, Ferro
Ferro, de 22 anos, tem sido um dos destaques na defesa dos encarnados desde que Lage assumiu o comando técnico
Defesa central do Benfica, Ferro
A não chamada do central Ferro aos trabalhos da seleção nacional, para colmatar a ausência de Pepe, por lesão, irritou os dirigentes do Benfica, apurou o CM.

Os responsáveis encarnados entendem que o jovem jogador, de 22 anos, titular nas águias desde que Bruno Lage assumiu o comando técnico da equipa em janeiro deste ano, deveria voltar a ser chamado por Fernando Santos. O selecionador optou por convocar Domingos Duarte, jogador dos espanhóis do Granada.

Ferro já tinha sido chamado pelo selecionador em setembro para o lugar de Pepe, igualmente lesionado. Mas o central benfiquista apenas treinou com os colegas.

Nem sequer foi para o banco nos duelos com Sérvia e Lituânia.
As águias não entendem que o titular da defesa campeã nacional e atualmente a melhor defesa das principais ligas europeias (três golos sofridos) não mereça uma oportunidade entre os eleitos para os jogos de qualificação para o Europeu de 2020, com Lituânia (quinta-feira, no Algarve) e Luxemburgo (domingo, fora).

Recentemente, o selecionador chamou pela primeira vez Rúben Semedo (Olympiacos) e agora convocou, em estreia, Domingos Duarte (central do Granada). Ferro, recorde-se, sofreu uma fratura no nariz em Lyon, para a Champions. Teve de ser substituído, mas recuperou para o duelo da Liga com o Santa Clara, nos Açores. Bruno Lage decidiu deixá-lo no banco, mas Ferro podia ter jogado com uma máscara protetora.

Lage sem 11 jogadores no Seixal
Rúben Dias e Pizzi (Portugal), Tomás Tavares, Nuno Tavares, Florentino, Gedson e Jota (Portugal sub-21), Seferovic (Suíça), Svilar (Bélgica sub-21), Adel Taarabt (Marrocos) e Odysseas (Grécia) são os 11 jogadores que vão desfalcar o Benfica nos próximos dias.

Com estas ausências, Bruno Lage poderá chamar aos trabalhos da formação principal atletas das equipas B e de sub-23. Os encarnados regressam esta terça-feira aos treinos no Seixal depois de gozarem dois dias de folga. O próximo jogo das águias é em Vizela, na 4ª eliminatória da Taça de Portugal, no dia 23 deste mês.

PORMENORES
Ex-‘vice’ critica
"Com uns em crise e outros a divertirem-se, o mais certo é irmos ao Marquês", escreveu Rui Gomes da Silva, ex-‘vice’ do Benfica, nas redes sociais. Diz-se ainda "envergonhado" pela campanha europeia da equipa.

Contrato profissional
O Benfica anunciou esta segunda-feira a assinatura de contrato profissional com Guilherme Montoia (16 anos). O lateral-esquerdo, com idade de juvenil, tem atuado na formação dos juniores.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)