Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Benfica desconfia de batota com relva

Bombeiros locais e presidente do Gil Vicente rejeitam envolvimento.
António M. Pereira 30 de Abril de 2015 às 00:30
Lima marcou de penálti no empate em Barcelos
A possibilidade de o Gil Vicente aproveitar as condições meteorológicas, que serão de chuva durante o fim de semana, para empapar ainda mais o relvado e impedir que a bola role normalmente no tapete verde do Estádio Cidade de Barcelos está a preocupar seriamente os encarnados, apurou o CM.

As previsões apontam para períodos de chuva no sábado à hora do jogo (18h00, Sport TV 1), mas o CM sabe que à Luz chegaram informações, levadas a sério, no sentido de os gilistas pretenderem encharcar ainda mais a relva, contando para isso com a colaboração dos Bombeiros Voluntários de Barcelos.

Ao CM, fonte oficial da corporação afastou liminarmente essa hipótese. "Somos uma associação antiga e credível. Nunca iríamos prestar-nos a um trabalho desses. Por que razão iria um carro dos bombeiros expor- -se dessa maneira sem motivos para isso? Se o Gil Vicente decidir fazer a rega, como dizem, o que mais há no estádio é água. Os bombeiros nada têm a ver com o assunto", expressou. Também António Fiúsa, presidente do Gil Vicente, negou ao CM tal intenção: "Já me tinham falado nisso, mas desminto. Neste momento, o relvado está espetacular." À Luz, chegaram também notícias sobre incentivos monetários, exteriores, aos jogadores da equipa da casa.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)