Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Benfica já tem dados de bloggers que divulgaram mails

Guerra dos mails já deu origem a pelo menos dois processos-crime.
Tânia Laranjo 17 de Outubro de 2018 às 01:30
O Benfica continua envolto em processos que ultrapassam o foro meramente desportivo
Estádio da Luz
Estádio da Luz
O Benfica continua envolto em processos que ultrapassam o foro meramente desportivo
Estádio da Luz
Estádio da Luz
O Benfica continua envolto em processos que ultrapassam o foro meramente desportivo
Estádio da Luz
Estádio da Luz
O Benfica e a Google já chegaram a acordo. Os encarnados desistiram da ação contra a gigante tecnológica e em troca receberam os elementos identificativos sobre os autores dos blogs que nos últimos meses têm tornado públicos os mails roubados ao Benfica. Os encarnados vão agora avançar com ações cíveis e criminais contra os alvos, depois de obterem a informação cedida pela Google.

O acordo, feito no estado da Califórnia, implica ainda que a Google garanta que em caso de serem publicados novos dados confidenciais os conteúdos sejam de imediato apagados.

Estão em causa três blogs: ‘O Artista do Dia’, o ‘Mister do Café’ e o ‘Estado da Nação’. Todos eles estão alegadamente ligados ao Sporting e ao FC Porto.

A Benfica SAD não conseguiu ainda travar o ‘Mercado de Benfica’. Neste caso, a ação ainda corre e foi intentada contra a Wordpress, em que a página está alojada. O clube pretende também obter a identidade do autor daquele blog, o mais ativo na divulgação dos mails que já deram origem a dois processos-crime.

Refira-se, ainda, que na ação contra a Google, o Benfica exigia uma indemnização pelos danos sofridos. A Google alegou depois que o processo judicial não tinha viabilidade: primeiro porque não obtiveram qualquer lucro com a divulgação dos conteúdos, depois porque nem sequer sabiam que os mesmos haviam sido obtidos de forma ilegal.

A guerra dos mails roubados ao Benfica está longe de terminar. A PJ admite constituir arguida a Benfica SAD por suspeitas de corrupção, mas Francisco J. Marques, que foi o primeiro a divulgar os conteúdos roubados aos encarnados, já é arguido num outro processo.

Paulo Gonçalves, ex-assessor jurídico dos encarnados, é o único arguido no caso de corrupção, mas as certidões já conhecidas admitem que possa haver mais suspeitos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)