Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Benfica quer investigação alargada aos rivais

Águias pedem uma investigação a FC Porto e Sporting, abrangendo os últimos 20 anos. Encarnados falam em “vitórias com mérito”.
Mário Figueiredo 29 de Abril de 2018 às 09:15
Luís Filipe Vieira (presidente do Benfica) e Paulo Gonçalves (assessor jurídico da SAD)
Luís Filipe Vieira
Paulo Gonçalves (assessor jurídico do Benfica)
Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto
Bruno de Carvalho
Luís Filipe Vieira (presidente do Benfica) e Paulo Gonçalves (assessor jurídico da SAD)
Luís Filipe Vieira
Paulo Gonçalves (assessor jurídico do Benfica)
Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto
Bruno de Carvalho
Luís Filipe Vieira (presidente do Benfica) e Paulo Gonçalves (assessor jurídico da SAD)
Luís Filipe Vieira
Paulo Gonçalves (assessor jurídico do Benfica)
Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto
Bruno de Carvalho
A investigação, a ser verdade, naturalmente deverá ser alargada a todos os jogos dos nossos rivais, e num espaço temporal de pelo menos as duas últimas décadas." Foi desta forma que o Benfica reagiu à notícia do ‘Expresso’ que dá conta de uma investigação a todos os jogos dos últimos cinco campeonatos. Quatros ganhos pelas águias.

Segundo o semanário ‘Expresso’, mais de 160 jogos do Benfica estão a ser alvo de escrutínio da Polícia Judiciária e do Ministério Público.
A reação do Benfica foi feita através de um comunicado onde reitera "total tranquilidade sobre uma pretensa investigação a todos os jogos realizados nestas últimas cinco épocas", reafirmando: "Tratam-se de vitórias obtidas com todo o mérito e verdade desportiva , conforme reconhecido por todos os nossos adversários no campo e pela cobiça feita sobre os nossos técnicos e jogadores."

"Nenhum esforço de desestabilização nos fará desviar deste caminho. E muito menos através do crime organizado e do cibercrime de que temos sido vítimas, misturados com notícias encomendadas e sustentadas em factos falsos", acrescenta o Benfica.

As águias desmentem igualmente a notícia que dá conta de uma denúncia anónima sobre uma suposta rede criada por responsáveis e colaboradores do Sporting e do FC Porto com o intuito de destruir a hegemonia do Benfica.

Jogadores ouvidos como arguidos
Segundo o jornal ‘Expresso’, "em breve alguns futebolistas serão chamados, não para serem ouvidos como testemunhas, mas como arguidos". Nos últimos tempos são vários os casos envolvendo o Benfica, todos eles em questões ligadas à justiça: Porta 18, Vouchers, Mails. Lex e E-Toupeira. Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica, é arguido em dois destes casos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)