Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Benfica queria episódio de ataque a autocarro investigado como terrorismo

Caso remonta a dezembro de 2018 quando o veículo que transportava adeptos encarnados foi apedrejado.
SÁBADO 1 de Junho de 2020 às 08:24
Bruno Simões
Bruno Simões FOTO: Nuno Fonseca/Movephoto

Três dias depois de um autocarro com adeptos ter sido apedrejado na A1 (a 23 de dezembro de 2018), o Benfica considerou, através de um comunicado ("Terrorismo sem perdão"), que os factos em causa eram semelhantes ao que se tinha passado, meses antes, na Academia do Sporting e que, em novembro daquele ano, tinham resultado numa acusação por terrorismo a Bruno de Carvalho.

Saiba mais na Sábado.

Terrorismo Benfica A1 Academia do Sporting Bruno de Carvalho desporto futebol ataque
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)