Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Benfica suspeita que decisão do Tribunal esteja tomada em relação ao caso E-Toupeira

Em causa, estão as alegadas críticas do juiz Rui Teixeira, ao facto de altos responsáveis benfiquistas não terem sido acusados.
10 de Setembro de 2019 às 20:47
Estádio da Luz
Estádio da Luz
Estádio da Luz em dia de jogo do Benfica
Estádio da Luz
Estádio da Luz
Estádio da Luz em dia de jogo do Benfica
Estádio da Luz
Estádio da Luz
Estádio da Luz em dia de jogo do Benfica
O Benfica emitiu uma nota para contestar a notícia da TVI que dá conta que Rui Teixeira, juiz responsável por analisar o recurso do Ministério Público que pretende que a SAD do clube da Luz vá a julgamento, se mostre bastante crítico ao facto de altos responsáveis das águias não terem sido acusados no âmbito do processo E-Toupeira.

"Muito estranhamos que, não tendo havido ainda sequer conferência de Juízes naquele Tribunal (que é a sede própria para decidir recursos, em coletivo), já possa ser conhecido e anunciado o teor de uma suposta decisão", pode ler-se num comunicado assinado pelos advogados João Medeiros, Paulo Saragoça da Matta e Ru Patrício. 

Os causídicos contestam o timing da notícia e alertam para o facto da decisão que é para ser conhecida esta quarta-feira, após uma conferência do Tribunal da Relação, já possa ter sido tomada.

"Aliás, se a notícia for verdadeira, então amanhã na conferência os senhores juízes 'decidirão' o que já existe e já foi conhecido publicamente hoje, o que é institucionalmente pelo menos delicado e carece de explicação", escreveram os advogados, tendo depois alertado que existem várias questões no processo que causaram estranheza: "Respeitamos as instituições e os Tribunais em qualquer caso, e concordemos ou não com as decisões e sejam elas favoráveis ou desfavoráveis aos interesses que defendemos e que julgamos justos e certos, mas não podemos deixar de muito estranhar (para além da estranheza que o adiamento recente do julgamento dos arguidos pronunciados ou o tão rápido agendamento desta conferência já nos provocaram, diga-se) esta notícia de hoje, e ainda mais estranharemos (e, se for legalmente caso disso, reagiremos) se ela for verdadeira e se a conferência na Relação de amanhã sufragar um "facto consumado" desta natureza e se a instituição judiciária no seu todo o aceitar".

Recorde-se que na fase de instrução a juíza Ana Peres decidiu pela não pronúncia da SAD benfiquista, numa decisão que mereceu o recurso do Ministério Público. Contudo, de acordo com a mesma estação televisiva, também o MP não escapa a críticas do juiz Rui Teixeira e que se poderia ter ido "mais longe".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)