Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Cancro põe em risco carreira de futebolista do Vitória de Setúbal

Nuno Pinto, de 32 anos, chorou e não conseguiu falar à plateia que o apoiava no Bonfim.
Ricardo L. Pereira 17 de Dezembro de 2018 às 01:30
Nuno Pinto (ao centro) esteve acompanhado pelos companheiros do plantel do V. Setúbal e pelo presidente dos sadinos, Vítor Hugo Valente
Joaquim Evangelista
Bola de Futebol
Nuno Pinto (ao centro) esteve acompanhado pelos companheiros do plantel do V. Setúbal e pelo presidente dos sadinos, Vítor Hugo Valente
Joaquim Evangelista
Bola de Futebol
Nuno Pinto (ao centro) esteve acompanhado pelos companheiros do plantel do V. Setúbal e pelo presidente dos sadinos, Vítor Hugo Valente
Joaquim Evangelista
Bola de Futebol
Nuno Pinto, defesa do V. Setúbal, de 32 anos, vê-se obrigado a interromper, por tempo indeterminado, a sua carreira devido a um linfoma na região inguinal, anunciou este domingo o clube. Assoberbado pela manifestação de carinho de colegas de equipa, família, treinadores, dirigentes e adeptos, que lotaram a sala de imprensa do Bonfim, o jogador emocionou-se e não conseguiu falar à plateia.

Vítor Hugo Valente, presidente dos sadinos, confessou que o diagnóstico do jogador, que tem três filhos menores, apanhou todos de surpresa. "A notícia foi um choque, mas no futebol estamos habituados a que na hora da derrota o primeiro pensamento é seguir-se uma vitória. O Nuno contará com o apoio de todos nesta casa", assegurou.

Ricardo Lopes, médico dos sadinos, explicou a forma como foi detetado o cancro. "O Nuno Pinto tinha uma adenopatia, que é um gânglio que está aumentado na região inguinal. Muitos outros jogadores têm estes gânglios por uma série de motivos. Pelo seu tamanho e não resolução levou-nos a fazer mais exames complementares que nos levaram a este diagnóstico."

O lateral-esquerdo, que jogou pela última vez no passado dia 8 frente ao Benfica, não sabe se vai poder voltar aos relvados. "Em articulação com o nosso departamento médico, o jogador já está a ser seguido no IPO de Lisboa.

Quanto ao tempo de paragem faltam fazer mais exames. Depois do diagnóstico vamos avaliar a extensão. Só depois disso poderemos definir o tempo de paragem", explicou o médico. O linfoma é um tipo de cancro que afeta os linfócitos, que são células responsáveis por proteger o organismo contra infeções e doenças.

"Terá todo o nosso apoio"
"Estou a acompanhar a situação. Tenho falado com o Nuno e obviamente que, da nossa parte, terá todo o apoio. Ele sabe que pode contar connosco", disse ao CM Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de futebol (SJPF).

"Institucionalmente, o que posso dizer é que ele terá todo o apoio não só humano, mas financeiro. Neste momento é preciso também ter alguma serenidade. Ele é um lutador. O plantel também está solidário com ele e isso é muito importante", disse o dirigente.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)