Chapecoense vai processar seguradora e governo bolivianos

Em causa estão os danos causados pelo acidente aéreo que vitimou 71 pessoas.
Por Lusa|29.11.17
  • partilhe
  • 0
  • +
A equipa brasileira de futebol Chapecoense anunciou esta quarta-feira que processou a seguradora BISA Seguros e Reaseguros, contratada pela companhia boliviana Lamia, e órgãos do governo boliviano, pelos danos causados pelo acidente aéreo que vitimou 71 pessoas.

Em comunicado, o clube de futebol do Estado de Santa Catarina, no sul do Brasil, informou que entrou com uma "ação de pedido indemnizatório, no qual figuram como réus Bisa Seguros (e Reaseguros) e órgãos do governo boliviano" no tribunal civil de Chapecó, cidade-sede da equipa.

A Chapecoense solicita "a condenação e o pagamento das indemnizações" devidas pela tragédia ocorrida a 28 de novembro de 2016, quando o avião no qual viajava a comitiva da equipa brasileira ficou sem combustível e se despenhou perto do aeroporto de Medellín (Colômbia), vitimando 71 dos 77 passageiros.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!