Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

"Chorei no início, chorei no fim e agora"

"Não sou bruxo, mas disse que Éder ia marcar", diz CR7.
Leonel Lopes Gomes 11 de Julho de 2016 às 00:33
Do choro à alegria, a noite de Ronaldo foi uma roleta de emoções
Do choro à alegria, a noite de Ronaldo foi uma roleta de emoções FOTO: Charles Platiau / Reuters
Fora de jogo desde o minuto 25, altura em que foi substituído por Ricardo Quaresma, Cristiano Ronaldo acompanhou de fora todas as incidências da final do Euro2016 de futebol.

O capitão chorou, vibrou com as jogadas de ataque, sofreu nas investidas de Griezmann e companhia, deu indicações aos colegas de equipa e voltou a chorar à passagem do minuto 109 quando Éder rematou de forma certeira para oferecer o título europeu à equipa das quinas.

"Foi um dia com os dois cenários. O que posso dizer é que é dos momentos mais felizes da minha vida, ao nível de profissional de futebol. Chorei no início, chorei no fim e agora, ao lado da minha família, dos meus amigos e de todos os que acreditaram. São sensações que temos no momento. Ando no futebol há muito tempo, sou de feelings. Sentia que ia ser ele a decidir o jogo. Se lhe perguntarem, ele terá uma palavra a dizer. Ele sabe o que lhe disse. Não sou bruxo, mas tenho feelings. Senti que ele marcar o golo da vitória. Ele não tinha jogador praticamente um minuto e hoje deu o Europeu a Portugal.", salientou o avançado português, que lamentou ter abandonado o encontro tão cedo após entrada de Payet.

"Ganhei tudo em clubes e a nível individual, mas faltava-me algo pela seleção. A minha participação hoje não foi a cem por cento, tive uma pequena lesão e tive de sair, e tive um grande desgosto. Senti que não era a maneira que queria, mas por aquilo que ajudei, pela ajuda de todos, Portugal já merecia", realçou.

A finalizar, CR7 dirigiu-se aos críticos. "Tivemos sorte, mas não há campeões sem sorte. O Real Madrid também ganhou a Liga dos Campeões e teve alguma sorte. Antes da Croácia, o selecionador disse que só ia para casa dia 11 e que seria recebido em festa. Depois disso, vi muita gente a gozar com ele e isso marcou-me. Tentei demonstrar aos meus companheiros que tudo era possível. Estou muito feliz", atirou.



Ricardo Quaresma Cristiano Ronaldo Éder Liga dos Campeões desporto eventos desportivos futebol euro2016
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)