Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Clubes portugueses gastam mais 148% em comissões a intermediários na venda de jogadores

Vendas de João Félix e Jiménez inflacionaram o valor total gasto em comissões.
João Moniz 6 de Dezembro de 2019 às 08:36
Jorge Mendes continua a ser um dos empresários mais ativos no mercado
João Félix
Raúl Jiménez
Jorge Mendes continua a ser um dos empresários mais ativos no mercado
João Félix
Raúl Jiménez
Jorge Mendes continua a ser um dos empresários mais ativos no mercado
João Félix
Raúl Jiménez
Os clubes portugueses já gastaram 41,6 milhões de euros em comissões a intermediários na venda de jogadores. Dá uma média de 1,015 milhões em cada um dos 41 negócios em que um empresário interveio para que um futebolista de um clube nacional fosse jogar para o estrangeiro.

Contas feitas pelo CM, com base no relatório anual que a FIFA divulgou, este valor representa um aumento de 148% nos custos com comissões na venda de jogadores face a 2018, quando cada venda custou, em média, 0,409 milhões em comissões (ver infografia). Apesar da subida da despesa, Portugal paga menos a empresários em cada negócio do que Holanda (4,25 milhões) e Alemanha (1,254 milhões).

O valor total gasto em comissões foi inflacionado pelas vendas de João Félix e Jiménez (Benfica), em que Jorge Mendes dividiu 15,8 milhões em comissões com outros empresários. O empresário português participou ainda no negócio de Thierry Correia (2 milhões em comissões). As saídas de Éder Militão e Felipe (FC Porto) renderam 7 milhões a Giuliano Bertolucci e Deco ganhou 2,5 milhões pela intermediação de Raphinha (Sporting).

PORMENORES
Aquisições ‘baratas’
As equipas portuguesas são mais poupadas na hora de comprar: gastaram 28,9 milhões em comissões na aquisição de 103 jogadores, o que dá uma média de 281 mil euros por negócio.

Prémios a atletas de fora
Os 589,4 milhões de euros gastos em comissões em todo o Mundo dizem respeito a apenas 1536 transações entre clubes. Isto porque a FIFA não inclui os negócios dos jogadores sem contrato que assinam por um novo clube (dois terços das transferências). Ou seja, os chamados prémios de assinatura não estão contabilizados.
FIFA desporto futebol comissões dinheiro João Félix Jiménez
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)