Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Confusão no duelo Sérgio Conceição-Mourinho

Treinador do FC Porto envolvido na desordem durante o jogo, já depois da Roma marcar. Vitinha fez o 1-1.
Filipe António Ferreira 29 de Julho de 2021 às 08:40
Sérgio Conceição entrou em campo e juntou-se aos seus jogadores nos empurrões
Otávio tenta passar por Villar, num jogo que os dragões empataram no último minuto
Pepe, no chão, após desentendimento com Mkhitaryan. Gerou-se uma grande confusão entre os jogadores
Sérgio Conceição entrou em campo e juntou-se aos seus jogadores nos empurrões
Otávio tenta passar por Villar, num jogo que os dragões empataram no último minuto
Pepe, no chão, após desentendimento com Mkhitaryan. Gerou-se uma grande confusão entre os jogadores
Sérgio Conceição entrou em campo e juntou-se aos seus jogadores nos empurrões
Otávio tenta passar por Villar, num jogo que os dragões empataram no último minuto
Pepe, no chão, após desentendimento com Mkhitaryan. Gerou-se uma grande confusão entre os jogadores
O FC Porto e a AS Roma empataram (1-1) esta quarta-feira em mais um jogo de preparação. O duelo no Algarve ficou marcado pela grande 1ª parte de Rui Patrício e pela confusão no 2º tempo que envolveu jogadores, staff e treinadores.

Com os reforços Pepê e Bruno Costa em campo, o FC Porto voltou a mostrar bons indicadores até ao intervalo. Diante de um conjunto romano lento, os dragões dominaram sempre, com várias oportunidades desperdiçadas. Nas mais flagrantes, Rui Patrício (reforço de Mourinho) brilhou a grande nível. Primeiro com a mão direita evitou o golo a Taremi. Depois, perto do intervalo, com a esquerda teve uma estirada fantástica a cabeceamento de Otávio. O internacional português mostrou o porquê dos 11,5 milhões de euros pago ao Wolverhampton pela sua contratação.

Conceição não mexeu, enquanto Mourinho fez entrar Villar. Coincidência ou não o jogo mudou. A Roma foi superior, teve duas grandes chances por Dzeko e Diawara, antes de Mancini superar a marcação de Bruno Costa para fazer o 1-0. Depois, a confusão que começou após um lance entre Bruno Costa, Pepe e Mkhitaryan, da Roma. Houve empurrões entre jogadores, com Sérgio Conceição envolvido. Perto do fim a justiça chegou com o golo de Vitinha após boa jogada. Bom ensaio portista que continua invicto na pré-epoca.

João Mário em alta e reforços discretos
O extremo João Mário, adaptado a lateral, continua a somar pontos. Seguro a defender e incisivo no ataque. Pepê mostrou no arranque da primeira parte velocidade e atrevimento. Já Bruno Costa esteve ligado, pela negativa, ao golo da Roma.
Ver comentários