Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Cristiano Ronaldo tenta 100ª vitória na Seleção

Fernando Santos garante que capitão está pronto para o particular de hoje, frente a Andorra.
Daniel Lopes Monteiro 11 de Novembro de 2020 às 08:38
Cristiano Ronaldo com Renato Sanches e Rúben Dias, mais atrás, no treino da Seleção
Cristiano Ronaldo com Renato Sanches e Rúben Dias, mais atrás, no treino da Seleção FOTO: Diogo Pinto
Cristiano Ronaldo é uma das armas que Portugal terá à disposição para o particular desta quarta-feira (19h45) frente a Andorra, no Estádio da Luz. Depois de ter saído com queixas no último jogo da Juventus, o capitão da seleção nacional está pronto para ir a jogo e tentar alcançar a 100ª vitória com a equipa das quinas. Quem o garante é Fernando Santos... mas sem deixar quaisquer certezas.

"O Cristiano participou no treino todo. Ele não apresentou nenhuma queixa. Já sabia desde domingo que ele não tinha nenhuma queixa. Treinou normalmente. Se eu entender, está apto para qualquer um dos três jogos [haverá o duplo compromisso para a Liga das Nações, frente a França, no sábado, e Croácia, no dia 17]", afirmou o selecionador português.
Além de poder chegar à centena de triunfos, Cristiano Ronaldo também continua a perseguir o recorde de melhor marcador de seleções: o português totaliza 101 tiros certeiros e aponta a mira ao iraniano Ali Daei, que detém o melhor registo com 109 tentos. E o jogo desta quarta-feira até abre boas perspetivas de encurtar distâncias para Ali Daei, uma vez que o craque da Seleção soma cinco golos nos dois jogos que disputou contra Andorra, ambos na qualificação para o Mundial 2018 e que terminaram com vitória de Portugal.

"Se me dissessem que neste jogo marcava 10 golos, dava jeito e ficava já despachado. Mas isto não funciona assim. O Cristiano, como qualquer outro jogador, quer jogar todos os jogos, segundos e minutos. Eles vêm para aqui com muita alegria, porque o treinador confia neles, jogando ou ficando na bancada. Mas, às vezes, têm de comer umas iscas, porque a vontade de jogar é grande", disse Fernando Santos, avisando que "não existem jogos particulares".

Este jogo ganha especial importância porque serve de preparação para as duas derradeiras jornadas do Grupo 3 da Liga das Nações. Portugal lidera com os mesmos 10 pontos de França e está focado em atingir a fase final da prova para lutar pela revalidação do título.

"Estou aqui para dar o meu melhor"
Sérgio Oliveira está em grande forma e é mesmo o único representante dos três grandes nos convocados de Fernando Santos, mas o médio do FC Porto garante que não pensa na titularidade. "Estou na Seleção para dar o melhor de mim. Seja a titular, na bancada, a treinar... somos Portugal", referiu Sérgio Oliveira, de 28 anos, acrescentando. "É comum olhar-se muito para os golos e assistências. Mas, por vezes, faço um trabalho mais invisível que não é tão valorizado."

PORMENORES
Rúben Semedo não testou
Fernando Santos explicou que Rúben Semedo foi dispensado dos testes à Covid-19 (deram todos negativos) por já ter estado infetado. No que toca ao facto de o central ter sido multado pelo clube depois de ter sido apanhado há dias numa festa privada, o selecionador sacudiu a ‘água do capote’. "Isso é problema do Olympiacos."

Guerreiro de fora
Raphäel Guerreiro foi o único ausente do treino desta terça-feira da seleção nacional. O lateral-esquerdo do Borussia Dortmund foi autorizado a apresentar-se mais tarde.

Dia de estreias
Pedro Neto (Wolverhampton) e Paulinho (Sp. Braga) apresentaram-se esta terça-feira pela primeira vez às ordens de Fernando Santos e podem estrear-se esta quarta-feira.
Ver comentários