Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Declarações após o jogo Benfica - Vitória de Setúbal

Declarações dos treinadores após o jogo da 21.ª jornada da I Liga de futebol.
15 de Fevereiro de 2015 às 22:03
O treinador do Benfica Jorge Jesus
O treinador do Benfica Jorge Jesus FOTO: Miguel Barreira

Jorge Jesus (Treinador do Benfica): "Gostei do Benfica, como é óbvio, pois o primeiro objetivo é vencer. Quando se vence por 3-0 tem de se ter mérito. Também queria mais golos. Chegámos ao 3-0 com 15 minutos para terminar, frente a uma equipa já muito descrente e, portanto, é natural que quisesse mais. É também essa a ambição dos jogadores e é essa a exigência que os adeptos do Benfica nos colocam.

Esta equipa respira confiança. Está em primeiro lugar, empatou no estádio de um rival. [1-1 frente ao Sporting, na jornada anterior] Estar mais confiante do que isto não existe: ter quatro pontos de avanço sobre o segundo e nove sobre o terceiro. Temos de defender a nossa posição, sabendo que este final de campeonato não vai ser fácil. Mas também não será fácil para o FC Porto e o Sporting. Claro que estar a seis pontos, não é a mesma coisa do que estará nove. É mais difícil, mas está ainda dentro [da luta pelo título]. E se não puder ficar em primeiro lugar, o segundo só não representa o título, mas representa muito financeiramente. E o Sporting está nessa luta.

O Pizzi, o Samaris, os jogadores novos têm vindo nestes seis, sete meses a crescer e a perceber o que é o Benfica. Jogar no Corunha, no Espanyol, no Olympiacos não é a mesma coisa do que jogar no Benfica. O Pizzi nunca jogou naquela posição. Fui treinador dele quando era jogador do Braga. Conheço o Pizzi como as minhas mãos. Andou a jogar como ala e nunca jogou nesta posição. Hoje, está melhor no momento do jogo defensivo, porque ofensivamente tem muita qualidade. Está a adaptar-se às nossas exigências. O Ruben Amorim ainda não está nem a 30% do que pode fazer, mas para recuperar temos de lhe dar jogo e temos de arriscar, sabendo que o rendimento dele ainda não é o melhor".

Bruno Ribeiro (Treinador do Vitória de Setúbal): "Quero dar os parabéns aos meus jogadores, tal como fiz na última quarta-feira, pela atitude que tiveram. O Benfica marcou mais cedo e tudo se complicou. Trazíamos a mesma estratégia de quarta-feira, mas o Benfica foi superior e nós não conseguimos nas transições fazer aquilo que treinámos. Não decidimos da melhor maneira no último passe. Agora há que seguir na nossa linha, a linha da vitória e focarmo-nos já no jogo com o Penafiel, porque esse é que é importante para nós. Foi por isso que deixei alguns jogadores de fora, porque tinham quatro cartões amarelos e não queria que levassem o quinto.

Sofrer um golo aos nove minutos é sempre complicado. O Benfica tem uma grande equipa, com grandes jogadores. Tentámos, mas o Benfica a seguir fez outro golo e tudo se complicou ainda mais. Vai ser uma luita até ao fim e tenho a certeza absoluta de que o Vitória se vai manter na I Liga. Já demonstrou a sua qualidade. Vamos voltar às vitórias com Penafiel que é um clube do nosso campeonato. Vou voltar a falar disso outra vez, não comento as arbitragens. Sei que houve um lance aos dois minutos outra vez, mas ainda não vi as imagens. Já me disseram que tinha sido penálti, mas não vou comentar as arbitragens".

declarações benfica vitória de setúbal treinadores
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)