Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Declarações após o Mónaco-Benfica

O Benfica empatou a zero com o Mónaco, em jogo da terceira jornada do Grupo C da Liga dos Campeões.
22 de Outubro de 2014 às 23:35
Treinador do Benfica reage durante o jogo com o Mónaco
Treinador do Benfica reage durante o jogo com o Mónaco FOTO: Luís Manuel Neves 

Jorge Jesus (treinador do Benfica): "Antes de falar do resultado, acho que o árbitro condicionou muito a equipa do Benfica. Nos primeiros 20 minutos penalizou-nos com três cartões amarelos. Portugal estar à frente da Itália, da Alemanha no ranking é muito confuso. Ainda ontem [terça-feira] na Alemanha fizeram o mesmo ao Sporting. Começam a carregar as equipas portuguesas com amarelos, para ser mais fácil expulsar. Isto é político e nós temos de combater no jogo. Nós quando estávamos 11 contra 11 estávamos muito mais fortes. Depois da expulsão do Lisandro, a equipa do Mónaco jogou mais em cima da nossa defesa. Até aí a nossa equipa estava mais forte a sair, mais poderosa. Depois a expulsão tirou-nos a iniciativa do jogo. Não é pensar mais no empate. Ficas com menos um jogador, a equipa adversária mete mais jogadores em cima dos nossos defesas. Mesmo assim a equipa esteve bem, mas nitidamente não gostei da arbitragem, já não tinha gostado na Alemanha. Nota-se que nos primeiros 20 minutos estão a penalizar as equipas portuguesas com vários cartões amarelos para depois poderem jogar com esta situação. Se ganhar os três jogos, é apurado. Se fizer dez pontos, é apurado. Tudo se vai resumir ao próximo jogo. Se ganharmos ao Mónaco, ficamos com quatro pontos. Fica tudo colado, separados por um, dois pontos. O próximo jogo com o Mónaco é determinante. Se o Benfica ganha, põe tudo em aberto. Agora, passa pelo segundo jogo em casa com o Mónaco".

Talisca (jogador do Benfica): "Estávamos à procura da vitória, mas com um jogador a menos isso dificultou o nosso desempenho. Agora temos de preparar-nos para a próxima partida. Acreditamos sim no apuramento, provámos que somos uma equipa forte e dedicada. É só melhorar no próximo encontro. O meu jogo ainda não entrou na 'Champions'. Sei o que posso dar ao Benfica. Estou concentrado, posso melhorar bastante".

André Almeida (jogador do Benfica): "Não é um resultado positivo. O Benfica veio à procura dos três pontos e isso pode verificar-se na superioridade que tivemos ao longo dos 75 minutos. A expulsão do Lisandro equilibrou um pouco. Foi um jogo bem disputado entre as duas equipas. Há nove pontos ainda possíveis, com 10 pontos as equipas costumam ser apurados, por isso está tudo em aberto. Desde que estou nesta casa fui habituado sempre a lutar para ganhar, seja em casa ou fora. Este grupo é muito equilibrado e qualquer equipa pode ganhar. Trabalho todos os dias para ajudar a equipa, se for chamado jogarei em qualquer posição".


Leonardo Jardim (treinador do Mónaco): "Acaba por ser um resultado negativo, porque pretendíamos vencer o jogo. O Mónaco entrou bem, com 20, 25 minutos de grande pressão, em que teve uma grande ocasião para se pôr na frente do marcador. Depois a equipa descontrolou-se um pouco e o jogo ficou mais equilibrado. Na segunda parte, as equipas equilibraram-se, até aos últimos 15 minutos, em que o Mónaco mostrou que queria mais a vitória. O Benfica veio cá jogar uma cartada decisiva para o apuramento e, nós, em vez de ganharmos um ponto, perdemos dois. O Mónaco era o benjamim do grupo, uma equipa muito jovem, com apenas quatro, cinco jogadores com experiência a este nível. A equipa está a dar uma boa resposta e a surpreender. Agora temos de mudar o foco para o campeonato, porque para nós é importante continuar a subir na tabela. Mas na Liga dos Campeões o objetivo é um resultado positivo na Luz. O Benfica mantém os dois extremos do ano passado, o Gaitán e o Salvio, mas nós estamos focados nos nossos jogadores. É com estes que conto até dezembro [referindo-se a um possível interesse do Mónaco em Gaitán]".

Jorge Jesus treinador Benfica Leonardo Jardim Mónaco
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)