"Deixei de ser sócio e adepto do Sporting", diz Bruno após ser destituído

Ex-presidente do Sporting acusa alguns sócios de serem "bipolares" e afirma que resultados foram viciados.
24.06.18
Após uma noite tensa no Altice Arena, em Lisboa, Bruno de Carvalho reagiu à sua destituição num texto de Facebook. O ex-presidente leonino não aceita a decisão dos sócios, acusa alguns de serem bipolares e afirma que deixará de ser sportinguista com tudo o que isso implica. 

Bruno não foi parco nas palavras e proferiu ainda forte acusações indicando que Jaime Marta Soares e outros nomes a quem chama de "Viscondes" são "inúteis", mas aqueles "que realmente mandam" no clube dos leões. "Um conjunto de cretinos viciaram os resultados de uma AG. Desrespeitaram os associados, dois associados foram agredidos por seguranças dos agora todos poderosos do Clube, recusaram requerimentos, cortaram a palavra às pessoas, não nos deixaram falar como prometido", pode ler-se na publicação partilhada.

A noite deste sábado foi longa e após conhecimento dos resultados, o presidente destituído chegou a pedir de forma insistente que votos fossem recontados. Pedido esse que não foi aceite. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!