Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Directivo contesta ordem de despejo e admite apresentar providência cautelar

Claque coloca a via judicial em cima da mesa.
Record 27 de Outubro de 2019 às 00:13
O Directivo Ultras XXI reagiu à ordem de despejo promovida pela direção do Sporting e, através de comunicado, contesta a decisão da administração presidida por Frederico Varandas, admitindo mesmo interceder uma providência cautelar.

"Caso alguma das referidas entidades pratique, de forma ilegal, actos tendentes ao esbulho violento do referido espaço, no sentido de se apropriarem ilegitimamente do mesmo, esta Associação agirá em conformidade, recorrendo aos meios legais ao seu dispor para fazer cessar, cautelar e definitivamente, a violação dos seus direitos", pode ler-se, nas redes sociais.

Com efeito, o DUXXI confirma ter recebido carta registada para abandonarem os espaços que lhes são destinados nas imediações do estádio, mas sublinha que o Sporting não é dono da totalidade dos mesmos.

Leia o comunicado do DUXXI na íntegra:

"A Associação Directivo Ultras XXI, na qualidade de Grupo Organizado de Adeptos (GOA) e de Associados do Sporting Clube de Portugal, vem, pelo presente meio, informar os seus Associados e o público em geral do seguinte:

1) No dia de ontem, foi este GOA notificado, por meio de carta registada com aviso de recepção, remetida pela Direcção do Sporting Clube de Portugal e pela Administração da Sporting SAD, para, no prazo de 5 dias, desocupar e entregar ao Sporting Clube de Portugal "(…) todos os locais utilizados pela Directivo Ultras XXI – Associação, nomeadamente o local onde se situa a sede da Associação e todos os locais utilizados para preparação e armazenagem de materiais relacionados com as coreografias, faixas, preparação de eventos e reuniões da Associação.";

2) Em primeiro lugar, reiteramos que, até serem cumpridas todas as formalidades, o Protocolo celebrado mantém-se válido e em vigor, pelo que as suas regras devem ser cumpridas pelas partes;

3) A este propósito, remetemos para a regra constante da Cláusula 15.ª do mesmo, que passamos a citar:

15.5. O SCP e a SCP SAD poderão, mediante comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias em relação à data em que pretendem fazer operar os respectivos efeitos, comunicar ao GOA a revogação da concessão do presente apoio, que implica a restituição do espaço em causa.

4) Pelo que, no máximo, a Direcção do Sporting Clube de Portugal e a Administração da Sporting SAD encontram-se obrigadas a conceder a esta Associação o prazo de 30 dias para o efeito, e não o prazo impróprio de 5 dias sugerido na sua carta;

5) Acresce que, para que a Direcção do Sporting Clube de Portugal e a Administração da Sporting SAD possam sequer pensar em exigir a esta Associação a entrega de um qualquer espaço, é necessário que o mesmo seja propriedade das referidas entidades, o que manifestamente não sucede com "todos os locais utilizados para preparação e armazenagem de materiais relacionados com as coreografias, faixas, preparação de eventos e reuniões da Associação.";

6) Nomeadamente, esclarece-se que tal não sucede com o espaço localizado junto ao Estádio José de Alvalade, onde os Associados deste GOA habitualmente se reúnem em dias de jogo;

7) O referido espaço, como deveria ser do conhecimento da Direcção do Sporting Clube de Portugal e da Administração da Sporting SAD, não é propriedade de nenhuma destas entidades, pelo que as mesmas não possuem legitimidade para solicitar que a entrega do mesmo lhes seja realizada;

Caso alguma das referidas entidades pratique, de forma ilegal, actos tendentes ao esbulho violento do referido espaço, no sentido de se apropriarem ilegitimamente do mesmo, esta Associação agirá em conformidade, recorrendo aos meios legais ao seu dispor para fazer cessar, cautelar e definitivamente, a violação dos seus direitos;

9) Num momento em que tudo fazem para nos tentar calar e impedir de estar presentes, deixamos a garantia que, contrariamente a pessoas e cargos, os Associados e Adeptos do Sporting Clube de Portugal estarão sempre aqui, para sofrer, para suportar, para apoiar e para, quando e onde o entenderem, questionar e protestar;

10) Em qualquer lugar e de qualquer maneira, presentes pelo Sporting, Sempre!


A Associação Directivo Ultras XXI"
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)