Barra Medialivre

Correio da Manhã

Desporto
7
Siga o CM no WhatsApp e acompanhe as principais notícias da atualidade Seguir

Dragão vence em Famalicão e aperta rivais

Vitória sem nota artística, num jogo em que ficou por assinalar um penálti claro a favor do Famalicão.
Mário Figueiredo 3 de Dezembro de 2023 às 01:30
Francisco Conceição
Francisco Conceição
O FC Porto derrotou este sábado o Famalicão, por 3-0, e igualou o Benfica e o Sporting no topo da tabela classificativa, embora com mais um jogo.

Com Sérgio Conceição a alterar os dois laterais da equipa, Jorge Sánchez à direita e João Mendes à esquerda, o FC Porto chegou à vantagem bem cedo. A resistência do Famalicão durou apenas 9 minutos, altura em que Evanilson, com um remate à entrada da área, inaugurou o marcador.

Contudo, a reação dos famalicenses foi forte, e causaram bastante transtorno à defesa portista. Jhonder Cádiz transformou-se num verdadeiro quebra-cabeças.

Com um futebol simples, mas objetivo, a equipa da casa esteve perto de marcar, numa sucessão de lances que acabou com Eustáquio a travar a bola com o braço. Depois de consultar o videoárbitro, o juiz mandou jogar, para desespero dos anfitriões.

E enquanto a equipa de João Pedro Sousa tentava digerir a situação, os dragões, sempre impulsionados por Galeno, viram Taremi voltar aos golos com um remate colocado ao cair do pano da primeira parte.

Na etapa complementar, só deu Famalicão, mas os atacantes voltaram a claudicar na finalização. Jhonder Cádiz, Topic e Pablo estiveram perto do golo, mas desperdiçaram.

O FC Porto fazia muito pouco até que Francisco Conceição, lançado por Grujic, se isolou e fez o 3-0. E ainda antes do apito final rematou ao poste. Triunfo justo, marcado pela polémica de um penálti por assinalar a favor do Famalicão com o resultado em 1-0.
Ver comentários
C-Studio