Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Ex-futebolista Cannavaro investigado por fraude fiscal

Polícia fiscal italiana confiscou a Cannavaro e à mulher bens no valor de 900 mil euros.
22 de Outubro de 2014 às 20:20
Ex-futebolista italiano Fabio Cannavaro
Ex-futebolista italiano Fabio Cannavaro FOTO: Alessandro Bianchi/REUTERS

O ex-futebolista italiano Fabio Cannavaro e a sua mulher, Daniela Arenoso, negaram esta quarta-feira a implicação num suposto delito de fraude fiscal e informaram que vão colaborar com a Justiça para esclarecer o caso.

"Fabio Cannavaro e Daniela Arenoso desejam assinalar que as acusações contra si realizadas pela Procuradoria de Nápoles, às que a imprensa de hoje [desta quarta-feira] dá grande importância, referem-se unicamente ao regime fiscal aplicável a uma empresa representada pela senhora Arenoso, que tratava do aluguer de embarcações de recreio", pode ler-se na nota publicada na página do Facebook do antigo futebolista e assinada pelo advogado Luigi Petrillo.


As declarações produzem-se horas depois da polícia fiscal italiana ter confiscado ao casal bens no valor de 900 mil euros por alegada fraude na gestão de uma empresa de aluguer de embarcações de luxo. O comunicado do ex-jogador do Real Madrid precisa que "há vários anos" sobre este assunto "um importante litígio, que ainda não está concluído".

De acordo com a Procuradoria, o ex-capitão da seleção italiana evadiu o pagamento de uma série de impostos sobre o combustível, que alcançou o milhão de euros entre 2005 e 2010.

Fabio Cannavaro Daniela Arenoso Procuradoria de Nápoles investigado fraude fiscal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)