Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

FC Porto bate Benfica e deixa recorde dos 'encarnados' em 18 triunfos fora

Em encontro da 20.ª jornada, os 'dragões' colocaram-se a quatro pontos dos líderes.
Lusa 9 de Fevereiro de 2020 às 00:05
FC Porto - Benfica
FC Porto - Benfica
FC Porto - Benfica
FC Porto - Benfica
FC Porto - Benfica
FC Porto - Benfica
O FC Porto acabou este sábado com a série de 18 jogos consecutivos do Benfica a vencer fora na I Liga portuguesa de futebol, um novo recorde da prova, ao bater em casa os campeões por 3-2.

Em encontro da 20.ª jornada, os 'dragões', que se colocaram a quatro pontos dos líderes, venceram com tentos de Sérgio Oliveira (10 minutos), Alex Telles (38, de penálti) e Rúben Dias (44, na própria baliza), contra um 'bis' de Vinicius (18 e 50).

Desde que assumira o comando do Benfica, em substituição de Rui Vitória, despedido depois de um desaire em Portimão por 2-0, na ronda 15 do campeonato transato, o atual treinador das 'águias' ainda não tinha perdido um único ponto fora.

Neste ciclo, Lage já tinha comandado os 'encarnados' num triunfo no Dragão, por 2-1, em 02 de março de 2019, com tentos de João Félix e Rafa, depois o espanhol Adrián López adiantar os locais, e em duas vitórias em Alvalade e em Braga.

O técnico, que o presidente benfiquista Luís Filipe Vieira foi buscar à equipa B, estreou-se em jogos fora para o campeonato em 11 de janeiro, vencendo por 2-0 o Santa Clara, com golos do suíço Seferovic e do central brasileiro Jardel.

Depois, o Benfica venceu por 1-0 em Guimarães, com mais um tento do internacional helvético, e deu 'festival' em Alvalade, vencendo o Sporting por 4-2, com tentos de Seferovic, João Félix, Rúben Dias e Pizzi, de penálti.

Antes da deslocação ao Dragão, os 'encarnados' ganharam por 3-0 na Vila das Aves e, nos derradeiros quatro jogos, venceram por 4-0 em Moreira de Cónegos, por 4-1 em Santa Maria da Feira e em Braga e, finalmente, por 3-2 em Vila do Conde.

Na presente temporada, a 'saga' continuou no Jamor, com um triunfo por 2-0 sobre o Belenenses SAD, seguindo-se nova goleada em Braga, desta vez por 4-0, com dois tentos de Pizzi, um de grande penalidade, e dois autogolos.

A vitória mais complicada neste ciclo aconteceu em 21 de setembro de 2019, à quarta jornada, em Moreira de Cónegos, onde os 'encarnados' venceram por 2-1 graças a dois tentos a acabar, de Rafa, aos 85 minutos, e de Seferovic, aos 90+1.

Depois, um golo de Ferro valeu uma vitória por 1-0 em Tondela, Vinicius e Pizzi 'selaram' a reviravolta nos Açores (2-1) e, no Bessa, um 'bis' do brasileiro e golos do argentino Cervi e do 'canarinho' Gabriel valeram um triunfo por 4-1.

Novamente em Guimarães, o Benfica voltou a vencer por 1-0, agora com um tento de Cervi, e, na segunda visita a Alvalade, mais um triunfo por dois golos, agora um 2-0, 'selado' por um 'bis' do suplente Rafa, aos 80 e 90+9 minutos.

O triunfo sobre os 'leões' foi o 17.º e superou os 16 de Rui Vitória, entre 2015/16 e 2016/17, e os 15 de Jimmy Hagan, entre 1971/72 e 1972/73, também no Benfica, que constituíam as melhores marcas da história do campeonato.

Depois da vitória em Alvalade, a 'saga' continuou com um 3-0 em Paços de Ferreira, com golos de Rafa e Vinicius, e acabou hoje, com um desaire no Dragão.




                        


                    
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)