Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Fisco espanhol recusa oferta de Ronaldo para pagar dívida e insiste em castigo penal

Jornal El Mundo avança que o português quis passar cheque em branco às Finanças, o que foi recusado.
José Carlos Marques 19 de Março de 2018 às 11:58
Cristiano Ronaldo à chegada ao tribunal
Cristiano Ronaldo em tribunal
Cristiano Ronaldo em tribunal
Cristiano Ronaldo à chegada ao tribunal
Cristiano Ronaldo em tribunal
Cristiano Ronaldo em tribunal
Cristiano Ronaldo à chegada ao tribunal
Cristiano Ronaldo em tribunal
Cristiano Ronaldo em tribunal

O jornal El Mundo, que foi o primeiro a noticiar o processo do Fisco de Espanha contra Cristiano Ronaldo, revelou esta segunda-feira dois avanços no caso. O primeiro, diz o periódico, é que Cristiano Ronaldo se ofereceu para pagar qualquer valor que a autoridade fiscal de Espanha estipulasse como justa para resolver o caso e encerrar o processo, desde que não existisse uma punição penal para o português.


Mas, pouco depois, o mesmo El Mundo veio noticiar que a agência tributária recusou a proposta de Ronaldo e insiste em aplicar ao português uma sanção penal, pela presumível fuga aos impostos entre 2011 e 2014, avaliada em 14, 7 milhões de euros. Ou seja, para o Fisco espanhol, Ronaldo é merecedor de uma pena de prisão.

O jornal diz que que, numa reunião anterior, CR7 terá proposto pagar cerca de 5 milhões, muito abaixo dos 15 que o Fisco exige. E explica que a lei não permite a solução proposta por Ronaldo -  a de passar um cheque em branco em troca de ver retirado o pedido de pena de prisão.


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)