Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Flamengo eliminado pelo Racing nos oitavos de final da Taça Libertadores

Brasileiros 'tombaram'no desempate por grandes penalidades (5-3) face aos argentinos Racing Avellaneda.
Lusa 2 de Dezembro de 2020 às 07:05
Flamengo eliminado pelo Racing nos oitavos de final da Taça Libertadores
Flamengo eliminado pelo Racing nos oitavos de final da Taça Libertadores
Flamengo eliminado pelo Racing nos oitavos de final da Taça Libertadores
Flamengo eliminado pelo Racing nos oitavos de final da Taça Libertadores
Flamengo eliminado pelo Racing nos oitavos de final da Taça Libertadores
Flamengo eliminado pelo Racing nos oitavos de final da Taça Libertadores
Flamengo eliminado pelo Racing nos oitavos de final da Taça Libertadores
Flamengo eliminado pelo Racing nos oitavos de final da Taça Libertadores
Flamengo eliminado pelo Racing nos oitavos de final da Taça Libertadores
Os brasileiros do Flamengo, detentores do título, foram na terça-feira afastados da Taça Libertadores em futebol, ao 'tombarem' no desempate por grandes penalidades (5-3) face aos argentinos Racing Avellaneda, após 1-1 na segunda mão dos 'oitavos'.

Depois do empate a um golo na Argentina, os argentinos marcaram primeiro no Maracanã, por intermédio de Leonardo Sigali, aos 65 minutos, na sequência de um livre, pouco depois de o 'Mengão' ficara reduzido a 10, aos 63, por expulsão de Rodrigo Caio.

Com menos um, o 'Fla' ainda foi capaz de restabelecer a igualdade, graças a um tento de Willian Arão, já em período de descontos, aos 90+3 minutos, de cabeça, na sequência de um canto marcado na esquerda pelo ex-portista Diego.

Tendo em conta que os 'oitavos' não contemplam prolongamento, o jogo seguiu para as grandes penalidades e, ao contrário do que aconteceu há um ano nos 'oitavos', então face aos equatorianos do Emelec, desta vez o Flamengo não foi feliz.

Os argentinos, que marcaram em primeiro lugar - começou o ex-portista Lisandro López -, não falharam nenhuma das cinco tentativas, enquanto o Flamengo não acertou a quarta, com Arão, que tinha forçado o desempate, a ver o seu remate, muito central, ser defendido pelo guarda-redes chileno Gabriel Arias.

O conjunto comandado por Rogerio Ceni está, assim, fora da corrida à revalidação de um título que o 'Fla' conquistou o ano passado sob o comando do treinador português Jorge Jesus, numa final com os argentinos do River Plate (2-1), em 23 de novembro.

Além do Racing Avellaneda, também já garantiram um lugar nos 'quartos' os compatriotas do River Plate (1-0 na receção ao Ahletico Paranaense, de Paulo Autuori, após 1-1 no Brasil) e os brasileiros do Santos (0-1 com o Liga de Quito, após 2-1 fora).

Racing Avellaneda Fla Flamengo River Plate desporto futebol Taça Libertadores
Ver comentários