Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Francisco Chaló espera reforços

Sporting da Covilhã "sem poder de fogo".
31 de Julho de 2015 às 15:45
"Vamos ser claros: o 4x3x3, nesta altura, não é muito fácil", disse Chaló
'Vamos ser claros: o 4x3x3, nesta altura, não é muito fácil', disse Chaló FOTO: Raquel Costa
O treinador do Sporting da Covilhã, da II Liga de futebol, continua à espera de reforços para o ataque e sente-se condicionado no modelo de jogo a adoptar, por não ter "poder de fogo na frente".

"Não há poder de fogo na frente, e quando não há poder de fogo na frente, a equipa ressente-se dessa situação", disse Francisco Chaló, que afirma ter um plantel ainda curto para fazer uma equipa competitiva.

Por não ter ainda ao dispor as soluções idealizadas, "devido a questões alheias" ao clube, o técnico tem testado preferencialmente um esquema táctico em 4x4x2, mas avisa que nesta altura não é possível aos adversários preverem como os serranos vão jogar.

"Vamos ser claros: o 4x3x3, nesta altura, não é muito fácil, porque são quatro defesas, três médios e três avançados. E nós não temos três avançados. Isso é uma dificuldade acrescida", admite Francisco Chaló, à espera de avançados até ao fecho do mercado de transferências.

O treinador diz saber o que quer, tal como o clube, e por isso há que "esperar tranquilamente para que as coisas aconteçam".

treinador do Sporting da Covilhã Francisco Chaló
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)